O que é WhatsApp Business e por que usar

Você sabe o que é WhatsApp Business e como ele funciona? Separamos algumas informações para você entender como o novo aplicativo pode ser bastante proveitoso para sua empresa.

O que é WhatsApp Business e por que usar

Usar o WhatsApp para atendimento ao cliente não é nenhuma novidade. Segundo pesquisa realizada pela Morning Consult, 80% das pequenas empresas presentes no Brasil e Índia afirmam que o aplicativo de mensagens auxilia a comunicação com clientes e ajuda no crescimento do negócio.

Em janeiro de 2018, o WhatsApp alcançou o incrível número de 1,5 bilhão de usuários mensais, tornando-se cada vez mais um aplicativo essencial no dia a dia das pessoas.

Segundo pesquisa feita pelo Instituto Ovum, 78% dos entrevistados afirmaram que estariam dispostos a trocar o atendimento via telefone por um outro canal, como o atendimento online, caso a mudança agilizasse a solução de problemas.

Estes dados nos mostram que apostar em atendimento virtual de qualidade é uma ótima ideia. Muitas empresas já possuem o relacionamento via chat em seus sites, mas nem sempre essa é a solução mais indicada para pequenas empresas, como uma assistência técnica local.

É aí que entra o WhatsApp Business. A ferramenta gratuita permite que seus clientes entrem em contato por um canal que já usam no cotidiano, facilitando o processo de atendimento.

Além disso, o uso do WhatsApp Business facilitará a separação da vida pessoal e profissional, permitindo o uso de uma no mesmo aplicativo – o que ainda não era possível.

Diferenças entre WhatsApp Business e WhatsApp comum

Se você já usa o WhatsApp na sua assistência, pode ter dúvidas se vale a pena trocar para a versão Business. A versão para empresas conta com funções não disponíveis no aplicativo normal. Essas aplicações servem principalmente para otimizar seu tempo, oferecer dados interessantes e ainda passar mais confiança ao cliente. Confira quais são as principais mudanças:

Perfil Empresarial: ao criar uma conta no novo aplicativo, você poderá adicionar informações relevantes para o seu negócio. O perfil empresarial possui descrição comercial, com campos para e-mail, endereço físico e do site da empresa. O cliente poderá acessar esses dados e também confirmar que estão conversando com a empresa – e não com um impostor;

Mensagens especiais: com o WhatsApp Business, o envio de mensagens é mais fácil e eficiente. Perfis empresariais podem salvar respostas rápidas para as perguntas mais comuns, além de mensagens de saudação e ausência;

Estatísticas: o aplicativo fornece à empresa dados simples, como número de mensagens que foram abertas pelos clientes. Essas estatísticas te ajudarão a analisar o que está dando certo na estratégia de atendimento.

Segurança e confiança no WhatsApp Business

O WhatsApp anunciou que, em breve, empresas poderão possuir “contas confirmadas”, assim como em redes sociais como Facebook e Instagram. Essa função aumentará ainda mais a confiança do cliente na hora do atendimento.

Para quem é cliente, o uso do aplicativo normal continuará igual. Não é necessário instalar nada complementar para entrar em contato com empresas.

Como baixar o WhatsApp Business

Por enquanto, o aplicativo só está disponível para smartphones com Android, sem previsões para lançamento para iOS.

Caso você seja usuário de Android, é só procurar pelo aplicativo na Google Play Store e fazer o download. A criação de conta é igual no aplicativo comum, sendo necessário apenas um número de telefone.

Se você entendeu o que é WhatsApp Business e como ele pode ser útil para sua assistência, que tal testar a ferramenta? Quando o assunto é otimizar seu atendimento e fidelizar clientes, sempre vale a pena experimentar novas estratégias!

fonte: http://blog.elgscreen.com

 

APARELHO PROMETE FAZER CLAREAMENTO DENTAL EM 5 DIAS COM O SMARTPHONE A mágica se dá por conta de um LED especial e um gel clareador.

A mágica se dá por conta de um LED especial e um gel clareador.

Se você já quis clarear os dentes sabe que o tratamento, além de caro, leva algumas idas ao dentista. E se fosse possível ter um sorriso mais branco com um aparelhinho que dá para levar na bolsa?

O Dr. Smile é um kit de branqueamento que se conecta ao teu smartphone para clarear o sorriso em até 5 dias, por um precinho bem mais em conta.

 

O kit é composto de um molde de boca, que conta com um feixe de luzes de LED, um gel clareador e um conector para o celular. Basta passar o gel nos dentes, colocar o molde na boca, conectar o Dr. Smile no celular e apertar o botão.

Ao todo são 10 luzes azuis que, segundo os criadores, reagem com o gel removendo o amarelado e possíveis manchas. O processo todo dura nove minutos e o aparelho desliga automaticamente. Ainda segundo os desenvolvedores, após 5 dias – utilizando o aparelho de duas a três vezes por dia – é possível ver o resultado.

O Dr. Smile é compatível com smartphones Android e iOS, custa U$169,99, cerca de R$534, e pode ser entregue no Brasil. Apesar de, segundo a fabricante, o aparelho não aumentar a sensibilidade dos dentes, antes de iniciar qualquer tratamento, consulte seu dentista.

Bom Clareamento!

GOOGLE ACABA DE TRANSFORMAR O TEU CELULAR NA VARINHA MÁGICA DO HARRY POTTER

Basta dizer alguns feitiços da saga para ver a mágica acontecer.

Redação – SOS Solteiros Publicado: 03/11/16 12:12 | Atualizado: 03/11/16 15:09

Estudar em Hogwarts é o sonho impossível para qualquer fã de Harry Potter. Porém, agora há uma maneira de sentir-se parte da escola de bruxaria mais famosa do mundo.

A Google e a Warner fizeram uma parceria para transformar o teu celular Android no material escolar básico para os bruxinhos: a varinha mágica.

Com a proximidade do lançamento do novo filme do universo Harry Potter, Animais Fantásticos e onde Habitam, as empresas se uniram para liberar funções no Google Now que responderão ao seu comando de voz, assim como acontece com as varinhas criadas por J.K Rowling.

As novas funções parecem ser bem divertidas. Por exemplo, ao ordenar o comando de voz “Lumus!”, a lanterna do seu aparelho irá acender, exatamente como na saga HP. Dando o comando “Nox“, a luz se apaga. Também com o comando “Silencio” você coloca o celular em modo silencioso.

fantasticbests_lights-1

E a Google foi além, ainda é possível visitar os cenários do filme pelo Street View, ter uma experiência em realidade virtual através do Daydream View,entre outros mimos. Para mais infos sobre essa promoção, clique aqui (em inglês).

As novidades foram divulgada no blog oficial da Google, mas como informou o site Tecmundo, a função da varinha mágica não está disponível aos brasileiros. Apenas os americanos terão essa diversão, já que segundo a publicação não é provável que liberem essa “magia” pra gente.

Os 7 melhores smartphones no Brasil até R$ 1.500

QNA-Smartphones-682015

Nessa época do ano, as fabricantes de smartphones costumam anunciar as suas novidades. O foco são os tops de linha, com processadores mais rápidos que os de muitos notebooks (e com mais RAM também), câmeras que permitem capturar cada detalhe das cenas incríveis e uma série de outras funcionalidades novas de que você nunca sequer suspeitou que precisava.

Mas, se você faz parte do grande número de pessoas que não estão dispostas a investir uma fortuna em um smartphone recém-lançado (cuja tela provavelmente é tão frágil quanto a dos outros), ou simplesmente não faz questão de ter um dispositivo tão novo assim, a época também é boa para trocar de smartphone.

Isso porque, com os novos anúncios, muitas empresas aproveitam para baixar os preços de seus outros dispositivos (que acabaram de ficar “defasados”). Dessa forma, mesmo dispositivos capazes começam a aparecer por preços bem atraentes. Além disso, esse ano algumas fabricantes, como a Motorola e a Asus, anunciaram também versões mais acessíveis de seus flagships, colocando ainda mais opções na mesa.

Por isso, se você estava esperando um momento para passar de um smartphone de entrada para outro um pouco mais potente, agora é uma boa hora. Sim, isso ainda vai custar um bom dinheiro, mas talvez a vantagem de uma câmera melhor, experiência de uso mais rápida e algumas das funções novas valham a pena.

Veja abaixo os melhores smartphones que você pode adquirir por até R$ 1.500. Eles estão organizados aleatoriamente, já que o objetivo da lista não é compará-los entre si, mas destacá-los como as melhores opções de sua categoria.

Moto X Play

Recém-anunciado, um dos sucessores do Moto X 2014 já tem preço, e ele é bem atraente: o novo Moto X Play custará R$ 1500 – ou até R$ 1400, se você estiver disposto a trocar os 32GB de armazenamento por apenas 16GB. Por esse preço, você ganha um smartphone recém-saído da fábrica com processador Snapdragon 615 octa-core de 1,7GHz, 2GB de RAM, 32GB (ou 16GB) de armazenamento, cãmera traseira de 21MP e frontal de 5MP, com uma tela LCD de 5,5 polegadas e resolução Full HD.

Zenfone 2

Outro dispositivo recém-anunciado que você logo poderá adquirir por um preço interessante é o Zenfone 2, da Asus. Ele sai por R$ 1300 com 16GB de memória, ou por R$1500 com 32GB. Em qualquer caso, você dificilmente achará um celular mais potente por esse preço: ele possui um processador Intel Atom Z3580 quad-core de 2,3GHz, 4GB de RAM, 16GB ou 32GB de memória, câmera traseira de 13MP e frontal de 5MP e uma tela Full HD de 5,5 polegadas.

iPhone 5C

É possível comprar um iPhone por R$ 1.500. Mas, como você já deve imaginar, ele não será o modelo mais recente. Atualmente, o melhor smartphone da Apple que se encaixa nessa faixa de preço é o iPhone 5C, e mesmo tendo sido lançado há praticamente dois anos, ele não faz feio. Seu processador é o A6 dual-core com 1GB de RAM e 32GB de memória, e ele possui tela IPS LCD de 4 polegadas e resolução 1136×640, além de câmera traseira de 8MP e frontal de 1.2MP, ambas com a qualidade pela qual as câmeras dos iPhones ficaram famosas.

Lumia 930

A linha dos Windows Phone está bastante carente de um dispositivo top de linha que explore completamente o potencial da experiência móvel com o Windows. Enquanto ele não chega, porém, o Lumia 930 faz um bom trabalho, e você encontra ele por R$ 1500 na loja da Microsoft (e talvez ainda mais barato em algumas promoções). Esse preço lhe rende um processador Snapdragon 800 quad-core de 2,2GHz, 2GB de RAM, 32GB de memória, uma tela de 5 polegadas com resolução Full HD e câmeras de 20MP (traseira) e 1,2MP (frontal). E, em breve, o dispositivo deve receber a atualização para o Windows 10 Mobile.

LG G3

Há não muito tempo atrás, o G3 era o top de linha da LG. Hoje ele perdeu esse posto para o G4, com sua câmera que se tornou referência no mercado. Apesar disso, no entanto, ele continua sendo um dispositivo totalmente respeitável. Ele possui um processador Snapdragon 801 quad-core de 2,5GHz, 2GB de RAM, 16GB de memória (com slot para cartão microSD de até 128GB), tela de 5,5 polegadas com resolução 2K (2560×1440 píxels – o único dessa lista, e dessa faixa de preço, com essa resolução), e câmeras de 13MP e 2,1MP (traseira e frontal, respectivamente). E, procurando um pouco, você consegue encontrar ele por menos de R$ 1500.

Sony Xperia M4 Aqua

O grande diferencial do Xperia M4 Aqua da Sony nessa lista é que ele é a prova d’água (caso o nome não tenha deixado isso claro). Se o seu último smartphone faleceu durante um acidente aquático, portanto, ele pode ser interessante para você. Mas fora isso, ele também é um dispositivo bem competente para seu preço de aproximadamente R$ 1500, com um processador Snapdragon 615 octa-core de 1,5 GHz, 2GB de RAM, 16GB de memória (expansível via cartão microSD de até 32GB), tela de 5 polegadas com resolução HD (1280×720) e câmeras de 13MP (traseira) e 5MP (frontal).

Moto X 2014

E, embora ele esteja fazendo aniversário, o Moto X 2014, que logo será sucedido pelo Moto X Play e pelo Moto X Style, também merece um lugar nessa lista. Ele custava R$ 1500 na época de seu lançamento, e esse preço deve cair nos próximos meses. Por esse valor, você addquire um dispositivo com processador Snapdragon 801 quad-core de 2,5GHz, 2GB de RAM, 32GB de memória, tela Full HD de 5,2 polegadas, câmera traseira de 13MP e câmera frontal de 5MP. Compare e você verá que, com exceção da câmera, ele fica devendo muito pouco ao Moto X Play – e deve se tornar consideravelmente mais barato.

Samsung anuncia mais um smartphone com flip: conheça o Galaxy Folder

samsung-galaxy-folder-white-1

A Samsung lançou na última terça-feira, 28, mais um smartphone com flip. O Galaxy Folder tem tecnologia 4G LTE, tela de 3,8 polegadas com resolução de 400 x 800 pixels, processador quad-core de 1.2 GHz, 2 GB de memória RAM, armazenamento interno de 8 G, câmeras frontal e traseira de 2 megapixels e 8 megapixels, respectivamente, bateria de 1800 mAh e roda a versão 5.1 Lollipop do Android.

Reprodução

O dispositivo será vendido somente na Coreia do Sul por US$ 250 (cerca de R$ 830).

Reprodução

Confira os 10 smartphones mais vendidos no mundo em junho

akıllı-telefonlar (2)

Um relatório divulgado hoje pela Counterpoin Research mostra que o iPhone 6 foi o telefone mais vendido do mundo entre maio e junho de 2015, seguido pela versão maior do dispositivo, o iPhone 6 Plus.

Os dados representam uma quebra no padrão que tem sido observado nos últimos anos: geralmente o iPhone é líder de vendas nos meses seguintes ao seu lançamento, mas com o tempo o Galaxy mais recente assume o primeiro lugar. Dessa vez, no entanto, a liderança do smartphone da Apple já dura nove meses consecutivos.

Em terceiro e quarto lugar aparecem os smartphones da Samsung Galaxy S6 e Galaxy S6 Edge. De acordo com o estudo, problemas de abastecimento das lojas nos primeiros meses e o valor elevado dos produtos contribuem para que as vendas estejam em queda desde seu lançamento. Xiaomi e LG também possuem smartphones no ranking mundial dos mais vendidos em junho de 2015. Confira a lista completa:

1. Iphone 6
Reprodução

2. iPhone 6 Plus
Reprodução

3. Galaxy S6
Reprodução
4. Galaxy S6 Edge
Reprodução
5. Iphone 5s
Reprodução

6. Xiaomi Mi Note
Reprodução

7. Galaxy S5
Reprodução

8. Galaxy Note 4
Reprodução
9. Xiaomi Redmi 2
Reprodução

10. LG G4

Reprodução

Se as expectativas se confirmarem, a Apple poderá se manter como líder nas vendas de smartphones durante grande parte de 2015 – se não durante todo o ano -, já que uma nova versão do iPhone deve ser lançada ainda em setembro, o que ajudará a alavancar as vendas da companhia.

7 smartphones com designs diferentes

Monohm-Runcible-smartphone_2

Alguns smartphones trazem traços de design diferenciados. O S6 Edge da Samsung, por exemplo, tem as laterais da tela arrendondadas, e o G Flex da LG tem a tela toda meio curva, assim como alguns monitores da fabricante.

Esses são alguns exemplos mais notáveis de designs incomuns. Além deles, existem outros smartphones diferentes dos quais não ouvimos falar tanto, seja porque são de marcas menos comuns, seja porque suas peculiaridades são mais difíceis de perceber.

Abaixo, listamos alguns smartphones que trazem algumas características bastante particulares em seu design.

YotaPhone 2

Na falta de uma tela, o YotaPhone 2 tem duas. Ele é o sucessor do yotaPhone, lançado em 2013, que trazia duas telas também. Assim como seu antecessor, ele smartphone terá uma tela AMOLED de 5 polegadas 1080p na frente e um display “eletronic paper”, semelhante ao de e-readers, que sempre fica ligado atrás.

Por ser uma tela “eletronic paper”, o display traseiro não consume tanta bateria e é usado para mostrar notificações sem que seja necessário ativar a tela principal. Além disso, ele traz um processador Snapdragon 801 quad core e roda em Android 4.4, com 2GB de RAM, 32GB de armazenamento e câmeras de 8MP (traseira) e 2.1MP (frontal).

Turing Phone

Por fora, o Turing tem apenas um design mais chamativo, com pedaços de liquidmetal (um material super resistente) e cores pouco comuns para smartphones – uma das opções é inspirada nos robôs Gundam. Por dentro, porém, o smartphone tem uma característica bastante interessante: ele é voltado para criptografia e para a segurança e sigilo dos dados dos usuários.

Segundo a empresa, o smartphone é “inquebrável” e “impossível de hackear”. Ele possui um sistema completo de encriptação e de autenticação de usuário, que os criadores consideram que logo se tornarão “padrão” para smartphones. Seu processador é um Snapdragon 801 quad core, sua tela de 5,5 polegadas tem resolução de 1080p, ele tem 3GB de RAM e 16GB a 128GB de armazenamento (dependendo do modelo), além de câmeras traseira de 13MP e frontal de 8MP.

London, o smartphone da Marshall

Anunciado nesta quinta-feira, 16, o smartphone da Marshall (tradicionalmente conhecida por seus amplificadores de guitarra e baixo) é voltado especialmente para os amantes de música, como seria de se esperar. Ele tem dois autofalantes e dois microfones, para criar efeito stereo, e duas saídas para fone de ouvido, assim você não precisa dividir seus fones com ninguém.

Ele também tem um aplicativo para DJs, que permite que as duas saídas sejam usadas para fazer as mixagens, e um aplicativo que une todos os programas de streaming em um só. Fora isso, ele roda Android 5.0, tem uma tela IPS de 4,7 polegadas e 720p de resolução, um processador Snapdragon 410 quad core e câmeras de 8MP e 2MP (traseira e frontal respectivamente)

Monohm Runcible

Redondo, o Runcible está longe de ter o formato que você espera de um smartphone. Ele tem cerca de 10 centímetros de diâmetro, e foi desenhado para parecer um relógio de bolso. A Monohm, que o desenhou, pretende que ele seja um dispositivo mais discreto que os smartphones tradicionais, e disse que não pretende mudar seu design externo – usuários poderão atualizar o hardware e manter a “carcaça” do telefones.

O dispositivo ainda é um protótipo, mas já se sabe que ele rodará em Firefox OS e precisará ser pareado com fones e microfone bluetooth para poder ser usado.

Lamborghini 88 Tauri

Apesar de sua aparência extravagante, o preço do Lamborghini 88 Tauri é ainda mais impressionante: ele custa US$ 6 mil, basicamente por conta da marca Lamborghini. No entanto, ele possui alguns materiais notáveis, como nove diferentes tons de coro de pele de bezerro e três tratamentos diferentes de aço inoxidável.

Suas configurações também são boas: processador Snapdragon 801 quad core, 3GB de RAM, câmera traseira de 20MP e frontal de 8MP, 64GB de armazenamento e dois espaços para cartão SIM, caso você precise economizar na conta depois de gastar seis mil dólares no smartphone. Por melhores que essas especificações sejam, porém, o preço ainda está longe de ser adequado.

Kyocera Torque

A linha Torque da Kyocera é composta por smartphones voltados para quem gosta de aventura: eles são resistentes a praticamente tudo que se possa imaginar, desde impactos até radiação solar. Durante a Mobile World Congress de Barcelona, porém, a empresa mostrou um smartphone da linha com uma tela que era capaz de carregar a bateria por meio de energia solar.

Apesar de interessante, a tecnologia ainda é pouco viável: com o celular inativo, a tela só consegue carregar aproximadamente 1% da bateria por hora. Ainda assim, o dispositivo tem uma tela de 4,5 polegadas e resolução 720p, câmera traseira de 8MP e frontal de 2MP, processador snapdragon 400 quad core, 2GB de RAM e 16GB de armazenamento.

Família Aka da LG

Um sistema operacional inteligente como o do filme Her ainda está longe da realidade, mas a LG buscou lançar uma linha de smartphones mais “humanizados” com a família Aka. Com nomes fofinhos como Wooky e Yoyo, os celulares vêm com uma capinha que deixa de fora a parte superior da traseira dos dispositivos. Nessa parte são exibidos olhinhos que mudam de humor de acordo com as interações do usuário.

Fora isso, são smartphones intermediários, com telas de 5 polegadas IPS de 720p, processador quad core, 1,5GB de RAM, 16GB de armazenamento, câmera traseira de 8MP e frontal de 1,2MP. E, caso os olhinhos emotivos lhe pareçam muito estranhos, basta retirar o chip presente na case que controla as emoções dos personagens.

Baterias de smartphones que se autocarregam vêm aí

20150626170404

empresa NikolaLabs está trabalhando em uma tecnologia que permite o autocarregamento de celulares. A técnica consiste em capturar ondas de rádio que os celulares transmitem ao se conectar com torres e roteadores Wi-Fi e convertê-las em eletricidade capaz de carregar a bateria.
Todo mundo sabe a dificuldade que é chegar ao fim do dia com bateria no aparelho. Uma forma de a indústria corrigir isso é através do carregamento sem fio, mas que exige uma base conectada à tomada para alimentar o dispositivo. A ideia, então, é buscar novas soluções.

A tecnologia da NikolaLabs funciona com ondas de rádio que não são utilizadas na comunicação, logo, não altera a qualidade da ligação ou outros serviços. Uma caixa acoplada ao telefone conseguiria captar essas ondas e transformá-las em eletricidade, sendo capaz de carregar cerca de 25% a 30% da bateria.

A Sunpartner Technologies, empresa de tecnologia solar francesa, também está trabalhando em uma forma de carregamento semelhante, que consiste na aplicação de finas camadas chamadas WYSIPS Crystal entre a tela touch-screen do smartphone. Essas camadas possuem pequenas células solares que podem captar luz e convertê-la em corrente elétrica para a bateria quando o telefone é exposto à luz solar ou artificial. Executivos da empresa esperam conseguir lançar a tecnologia no próximo ano, mas alertam que ela tem pouco potencial: a carga seria de 10% a 15% da bateria.

Outro método de autocarregamento, criado pela Ampy, tem o tamanho de um baralho de cartas e contém imãs indutores que se deslocam durante atividades físicas para gerar e armazenar eletricidade. A bateria da Ampy seria capaz de carregar completamente um smartphone, apesar de demandar de certo esforço por parte do usuário. Segundo o site da marca, uma hora de atividade física renderia uma hora de uso do celular.

Apesar de essas tecnologias serem boas esperanças para o futuro, a empresa NikolasLabs declara que as fabricantes precisam pensar melhor sobre a bateria na produção de aparelhos. Resta agora esperar e ver qual será o método que conseguirá acabar com os problemas de falta de bateria ao longo do dia da forma mais eficaz.

Apple e Samsung se unem para matar o chip de celular

20150716152935_660_420

O SIM card está morrendo, e sua falta provavelmente não será sentida. Depois de anos diminuindo progressivamente de tamanho, Apple e Samsung, as duas maiores fabricantes de smartphones no mundo, estão discutindo com a indústria de telecomunicações o fim do tradicional chip, que dará lugar a uma solução virtual.

Segundo o Financial Times, as empresas conversam com a GSMA, associação que controla o sistema telefônico GSM, usado pela maioria das operadoras de telefonia no mundo. O objetivo é a criação do E-SIM, que, de forma resumida, permite que o usuário troque a operadora do celular sem precisar trocar o chip do seu aparelho.

A sigla E-SIM se refere a “embedded SIM”, cuja tradução seria “SIM incorporado”. O nome dá a entender que o usuário não teria mais acesso ao chip do celular. No entanto, isso também não seria necessário, já que você pode trocar de operadora sem precisar mexer no seu smartphone.

O primeiro passo já foi dado pela Apple há pouco tempo, com o iPad Air 2. Nos EUA, é possível optar pelo Apple SIM, uma solução própria para o cartão SIM virtual. No entanto, o impacto na indústria não foi muito grande, e as operadoras não abraçaram a ideia.

O E-SIM não deve ser um padrão imediato, e o chip tradicional deve continuar sendo dominante por algum tempo, porque ele ainda é muito usado no mundo todo. No entanto, várias grandes operadoras já estão no barco, como AT&T, Deutsche Telekom, Etisalat, Hutchison Whampoa, Orange, Telefónica, Vodafone. Se mais fabricantes e operadoras decidirem apoiar o padrão, o chip SIM como conhecemos hoje deve morrer em alguns anos.

Lâmpada inteligente pode ser controlada pelo smartphone; Saiba mais

20150716164000_660_420

A fabricante de lâmpadas de LED ilumi busca no Kickstarter o financiamento de sua segunda linha de produtos. Além de ser capaz de personalizar a cor da luz fornecida, o dispositivo permite escolher temas predefinidos que imitam diferentes locais e horas do dia e podem ajudar o usuário a relaxar.

A lâmpada é controlada por um smartphone e se conecta a ele via Bluetooth. O app pode sugerir opções de iluminação de acordo com o ambiente e permite realizar as tarefas em lote, apagando todas as luzes da casa, por exemplo.

A ilumi conta com um sensor que detecta a proximidade do celular, indicando quando o usuário adentra o ambiente. Assim, as luzes se acendem e apagam automaticamente. Se desejar, é possível ativar um modo que permite acender e apagar a luz sacudindo o smartphone.

Segurança
Para garantir a segurança da casa mesmo quando os moradores estiverem viajando, a ilumi tem um modo que acende as luzes da residência aleatoriamente, imitando a presença de alguém. Assim que o usuário retornar, o modo é desativado.

A ilumi está disponível em duas versões: lâmpadas de 60W por a partir de US$ 29 e lâmpadas de 85W por a partir de US$ 35. Segundo os desenvolvedores, os dispositivos são econômicos e tem vida útil de 20 anos.

https://www.kickstarter.com/projects/ilumi/the-new-ilumi-a-better-smartbulb/widget/video.html