Os celulares em que o WhatsApp deixará de funcionar em 2019

© Getty Images O WhatsApp atualizou sua lista de celulares incompatíveis com o aplicativo

O WhatsApp, o aplicativo de mensagens mais usado no mundo, é atualizado constantemente. E acaba de publicar sua habitual “lista negra” de celulares em que o serviço não estará disponível a partir de 1º de janeiro.

A empresa, que tem mais de 1,5 bilhão de usuários, já indicou no passado que prefere se concentrar nas “plataformas de telefonia móvel usadas pela grande maioria das pessoas”.

É por isso que a companhia disse que quem utiliza o sistema operacional Nokia S40 só terá acesso ao aplicativo até 31 de dezembro de 2018, de acordo com o blog da empresa.

  • WhatsApp: Como criar, buscar e enviar GIFs animados pelo aplicativo
  • Como acusação falsa no WhatsApp abalou a vida de uma técnica de enfermagem gaúcha

O S40 é um software que foi desenvolvido pela empresa finlandesa Nokia em 1999 e que, segundo a companhia, passou a ser usado “em centenas de milhões” de celulares.

Entre eles, estão o Nokia 206 e 208, Nokia 301, Nokia 515 e grande parte da série Nokia Asha C3, X2 e X3. Esses dispositivos ainda são vendidos como alternativa aos smartphones mais famosos em diversas lojas e sites..© Getty Images Celulares como o Nokia Asha 501 ficaram ‘velhos’ para o WhatsApp

O caso do iPhone 4

O WhatsApp também adiantou algumas mudanças que vão afetar quem tem um celular emblemático da Apple: o iPhone 4. E, embora ainda seja compatível com esse dispositivo, em breve vai deixar de ser.

O aplicativo não permite mais a criação de novas contas a usuários que tenham esse modelo de iPhone ou qualquer outro que funcione com o iOS 7 ou outra versão anterior do software da Apple.

E a partir de 2020, o WhatsApp deixará de funcionar completamente nesses telefones.

© Getty Images Se você tem um iPhone 4, já não pode se inscrever no WhatsApp ou verificar sua conta

“O WhatsApp para iPhone requer [um sistema operacional] iOS 8 ou posterior. No iOS 7.1.2, não é mais possível criar novas contas ou verificar contas existentes. Se o WhatsApp já estiver ativo no seu dispositivo, você poderá usá-lo até 1º de fevereiro de 2020. O iOS 6 ou anteriores não são mais compatíveis”, diz o site da empresa.

“Para uma melhor experiência, recomendamos a utilização da versão mais recente do iOS disponível no seu telefone. Visite a página de ajuda da Apple para saber como atualizar o software do seu iPhone.”

Android 2.3.7

O caso dos celulares que utilizam o sistema operacional Android 2.3.7 (e versões anteriores) é muito semelhante ao do iOS 7.1.2: só podem usar o WhatsApp até 1º de fevereiro de 2020.

Segundo dados do Google, existem cerca de 6 bilhões de celulares no mundo que rodam com Android 2.3.7 ou uma versão anterior do sistema operacional.

© Getty Images Recomenda-se atualizar o celular e baixar a versão mais recente do sistema operacional disponível

Também conhecido como Gingerbread, o Android 2.3.7 foi lançado em dezembro de 2010 junto com o Nexus S, um smartphone fabricado pela Samsung. Seu sucessor, o Android 3.0 Honeycomb (ou “favo de mel”) foi lançado em fevereiro de 2011.

Se você quiser continuar usando o WhatsApp, será necessário atualizar seu sistema operacional.

Em que dispositivos o Whatsapp está disponível?

  • Android com sistema operacional 4.0 ou superior
  • iPhone com iOS 8 ou mais avançado
  • Windows Phone com sistema operacional 8.1 ou posterior
  • JioPhone
  • JioPhone 2

Fonte: WhatsApp/perguntas frequentes.

Impressora de bolso, portátil. ZUtA LABS

imageprint

 

O dispositivo chamado Pocket Printer Zuta, poderia ir à venda em janeiro de 2015, se conseguiu o financiamento necessário.

Depois de aparecer na plataforma crowdfunding Kickstarter em apenas alguns dias, o projeto levantou mais de três quartos de US $ 400.000 necessários para iniciar a produção.

Criar uma bolsa de impressora que ‘anda’ em papel

Esta é uma demonstração do que o Pocket Printer Zuta será semelhante.
Saiba mais em www.ZUtALabs.com
Apoiar-nos no Kickstarter para tornar esta uma Realidade.

EXPECTATIVA DE LANÇAMENTO DEZEMBRO 2016

AVIÕES COM WI-FI “GRATUITO” COMEÇAM A CHEGAR AOS AEROPORTOS BRASILEIROS

Se existia um lugar no planeta terra onde o ser humano era capaz de ficar um tempo considerável sem usar o celular, era no avião. Mas para a alegria dos viciados na rede, isso agora faz parte do passado.

GOL acaba de se tornar a primeira companhia aérea da America Latina a disponibilizar internet durante seus voos comerciais.

 wifi-aviao
Anunciado em pleno voo, esse mimo aos passageiros foi possível graças a uma antena de última geração instalada em uma das aeronaves, possibilitando uma conexão que dará acesso inicialmente apenas as redes sociais, e-mails, sites e Whatsapp, mas em breve será possível ter acesso a outros conteúdos, como serviços de streaming, por exemplo.

De acordo com Paulo Kakinoff, presidente da GOL, eles também estudam transmitir TV ao vivo a bordo, para trazer à empresa o título de companhia aérea com a mais completa ferramenta de entretenimento da America Latina e Caribe. Vale lembrar que toda a iniciativa já foi aprovado pelos órgãos responsáveis pela aviação, tanto do Brasil quanto dos E.U.A..

O site Melhores Destinos estava presentes no voo inaugural com internet, e relatou que em um primeiro momento, o resultado foi bem satisfatório, mas conforme os passageiros foram se conectando, a velocidade caiu consideravelmente, chegando a fica quase nula ou inexistente.

Segundo a companhia, o objetivo é que até 2018, todas as aeronaves da empresa ofereçam esse serviço aos passageiros, que será disponibilizado de forma gratuita apenas nos primeiros 6 meses.

Acompanhe a primeira transmissão ao vivo:


 

 

Fonte: Redação SOS Solteiros Publicado: 05/10/16 16:04

Google libera oficialmente versão final do Android 7.0 Nougat

156545.280869-Android-Nougat

A nova versão do sistema operacional Android começou a ser liberada nesta segunda-feira (22). Batizado de Android 7.0 Nougat, o software, como já é tradição, chega primeiro aos dispositivos da família Nexus. De acordo com o Google, o download da plataforma está disponível nos seguintes aparelhos: Nexus 6, Nexus 5X, Nexus 6P, Nexus 9, Nexus Player, Pixel C e General Mobile 4G (Android One). Usuários inscritos no programa beta do Android também poderão baixar essa versão final. O primeiro celular que virá com o Nougat instalado de fábrica será o LG V20, que ainda não tem data para chegar ao mercado. Os gadgets citados acima receberão uma atualização over the air (OTA) para baixar o sistema. Lembrando que o update não é imediato, ou seja, é provável que aqui no Brasil demore alguns dias até que ele seja lançado. Mas é só questão de tempo, já que o próprio Google está liberando o Nougat. Infelizmente, o Nexus 5 está de fora da atualização – pelo menos por enquanto -, já que o smartphone tem mais de 18 meses de vida desde o seu lançamento.

Veja quais aparelhos devem receber o novo android Nougat 7.0

HTC

  • HTC 10;
  • HTC One A9;
  • HTC One M9.

HUAWEI

  • Huawei P9;
  • Huawei Mate 8.

Lenovo/Motorola

DROID Turbo 2; DROID Turbo Maxx 2; Moto G (3ª geração); Moto G Turbo Edition (3ª geração); Moto G Turbo (Virat Kohli Edition); Moto G4; Moto G4 Play; Moto G4 Plus; Moto X Force; Moto X Play; Moto X Pure Edition; Moto X Style; Moto Z; Moto Z Force.

LG

  • LG G5;
  • LG V10.

 

NEXUS

Nexus 5X; Nexus 6; Nexus 6P; Nexus Player; Nexus 9; Nexus 9G; Pixel C.

 

SAMSUNG

Galaxy Note 5; Galaxy S6; Galaxy S6 Edge; Galaxy S6 Edge+; Galaxy S6 Edge Active; Galaxy S7; Galaxy S7 Edge; Galaxy S7 Edge Active; Galaxy Tab S2.

SONY

 

Sony Xperia C4; Sony Xperia C5 Ultra; Sony Xperia M4 Aqua; Sony Xperia M5; Sony Xperia Z3; Sony Xperia Z3 Compact; Sony Xperia Z3 Tablet Compact; Sony Xperia Z3v (exclusivo dos EUA); Sony Xperia Z4; Sony Xperia Z5; Sony Xperia Z5 Compact; Sony Xperia Z5 Premium.

ZTE

ZTE Axon 7

 

Comparado ao Marshmallow, o Android Nougat tem poucas mudanças visuais, pois mantém as principais características do Material Design. Entre as novidades da plataforma estão 72 novos emoticons, que se juntam aos já 1.500 existentes, bateria mais inteligente com modo de economia de energia, configurações de acesso rápido a recursos (Bluetooth, Wi-Fi, lanterna), suporte a múltiplos idiomas e mais opções para o usuário personalizar seu telefone.

 

156563.280883-Android-70

Outra característica do Nougat é o suporte à API avançada de renderização 3D VulkanTM, que impulsiona o processador do dispositivo para trazer a melhor experiência (visual e de hardware) em games e outros conteúdos. O Daydream, plataforma do Google para realidade virtual móvel, também é suportada pelo novo sistema operacional. Além disso, o Nougat conta com ferramentas de produtividade e com foco no trabalho, como multijanelas, resposta direta, para abrir notificações sem precisar abrir um app, e troca rápida entre dois aplicativos abertos simultaneamente. O Google também destaca que esta é a versão mais segura do Android já desenvolvida. Para isso, a empresa implementou uma criptografia baseada em arquivo capaz de isolar e proteger esses dados para usuários individuais no dispositivo, além de um recurso de inicialização direta, que executa os aplicativos com segurança antes de desbloquear o aparelho após uma reinicialização. A partir de agora, todas as atualizações serão instaladas em segundo plano, sem a necessidade de reinicializar o telefone ou tablet.

156561.280881-Android-70

Matéria completa:

http://canaltech.com.br/noticia/android/google-libera-oficialmente-versao-final-do-android-70-nougat-77601/

O conteúdo do Canaltech é protegido sob a licença Creative Commons (CC BY-NC-ND). Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.

 

Empresa lança cabo para celular ‘à prova de animais’

Titan-withdog2

A Stack Commerce lançou um cabo para carregar celular que é à prova de animais de estimação. Agora, os usuários não precisam se preocupar mais em deixar seus celulares carregando e terem uma surpresa quando voltarem.

O cabo é envolto em aço flexível de nível industrial e promete também ter longa durabilidade. O site diz que ele é praticamente indestrutível e feito para suportar todo tipo de elemento externo – incluindo mordidas.

O produto normalmente custa US$ 35, mas está em promoção por US$ 25 na loja da Stack.

Reprodução

Apple e Samsung se unem para matar o chip de celular

20150716152935_660_420

O SIM card está morrendo, e sua falta provavelmente não será sentida. Depois de anos diminuindo progressivamente de tamanho, Apple e Samsung, as duas maiores fabricantes de smartphones no mundo, estão discutindo com a indústria de telecomunicações o fim do tradicional chip, que dará lugar a uma solução virtual.

Segundo o Financial Times, as empresas conversam com a GSMA, associação que controla o sistema telefônico GSM, usado pela maioria das operadoras de telefonia no mundo. O objetivo é a criação do E-SIM, que, de forma resumida, permite que o usuário troque a operadora do celular sem precisar trocar o chip do seu aparelho.

A sigla E-SIM se refere a “embedded SIM”, cuja tradução seria “SIM incorporado”. O nome dá a entender que o usuário não teria mais acesso ao chip do celular. No entanto, isso também não seria necessário, já que você pode trocar de operadora sem precisar mexer no seu smartphone.

O primeiro passo já foi dado pela Apple há pouco tempo, com o iPad Air 2. Nos EUA, é possível optar pelo Apple SIM, uma solução própria para o cartão SIM virtual. No entanto, o impacto na indústria não foi muito grande, e as operadoras não abraçaram a ideia.

O E-SIM não deve ser um padrão imediato, e o chip tradicional deve continuar sendo dominante por algum tempo, porque ele ainda é muito usado no mundo todo. No entanto, várias grandes operadoras já estão no barco, como AT&T, Deutsche Telekom, Etisalat, Hutchison Whampoa, Orange, Telefónica, Vodafone. Se mais fabricantes e operadoras decidirem apoiar o padrão, o chip SIM como conhecemos hoje deve morrer em alguns anos.

Case de celular em formato de arma pode causar problemas, alerta polícia

adnews-133605986614358634393c0c8bda29a5acb1f92f6f65cb156b086e6fe005

Um case de smartphone em formato de arma vem causando problemas para os departamentos de polícia dos Estados Unidos. Ao colocar o dispositivo com a capa no bolso, o usuário pode ser confundido com alguém carregando uma arma de verdade.

O problema fez a polícia de Nova Iorque e a Procuradoria de Nova Jersey alertarem os cidadãos nas redes sociais para que não utilizem o acessório. “Este case não é uma boa ideia”, afirmou o gabinete do procurador. “O trabalho de um agente da polícia já é duro o suficiente sem ter que pensar duas vezes, na escuridão da noite, quando alguém decide sem pensar puxar para fora o dispositivo quando é parado por uma infração de carro.”

O porta-voz da polícia explica que a maior parte das pessoas que carrega uma arma costuma posicioná-la no bolso de trás, o que também acontece com alguns donos de smartphones. Pelo realismo das capas, um mal entendido pode fazer com que a brincadeira acabe mal.

Nova tecnologia pode regenerar tela rachada de celular

o

Já imaginou ter a tela do celular recuperada após uma queda que tenha causado dano? Uma tecnologia desenvolvida na Universidade de Bristol, na Inglaterra, promete oferecer a capacidade da tela do celular se regenerar após alguma fragmentação leve.

A tecnologia foi desenvolvida a partir de microesferas carregadas de um agente químico baseado no carbono. Quando a superfície é danificada, um líquido é liberado para preencher as fissuras. Ele endurece e fica invisível, reparando a rachadura.

O inventor da técnica criada inicialmente para a indústria de aviação, Duncan Wass, disse que ela poderia ser utilizada em telas de smartphones, ainda que para isso fossem necessários mais alguns anos de pesquisa.

O pesquisador compara sua invenção ao sistema de coagulação sanguínea de uma pessoa quando sofre um corte. Ainda, segundo ele, a técnica oferece uso ilimitado e até a indústria de cosméticos se interessou.

Wass acredita que sua técnica poderia ser incorporada a smartphones e outros dispositivos em cerca de cinco anos, mas para isso uma grande empresa do setor precisaria investir para viabilizar os custos. Não seria viável num curto prazo competir com a tecnologia usada atualmente nos visores, porque encareceria demais o produto final.

WhatsApp faz brasileiros falarem menos no celular

cd9ca-whatsapp-logos-1024x795

O WhatsApp está encabeçando uma transformação na forma como os brasileiros usam seus planos de telefonia móvel. Se antes o aplicativo já vinha causando diminuição na quantidade de mensagens SMS trocadas, agora também faz com que se use menos o telefone, já que o serviço possui uma função idêntica, que usa dados em vez de minutos.

A constatação vem de um levantamento realizado pela Teleco. Segundo revela a consultoria, no primeiro trimestre de 2015 houve redução na quantidade de minutos usados por mês, na comparação com os últimos três meses de 2014. A queda foi de 15,6%, indo de 132 minutos para 111.

Todas as operadoras passaram por isso, mas quem sofreu mais foi a Claro, que teve queda de 123 minutos para 81 entre os dois trimestres.

Há ainda a baixa na receita referente a SMS, que desde o primeiro trimestre de 2014 não para de cair. Foi de R$ 435 milhões a R$ 424 mi no segundo trimestre, depois a R$ 418 mi e, neste ano, R$ 414 mi. Na Vivo, a participação do SMS na receita caiu de 22,7% no fim de 2014 para 16,7% no começo de 2015, enquanto na Tim a receita das mensagens de texto diminuiu 28%.

Em contrapartida, a receita de dados móveis subiu 31,3% e hoje representa 37,1% dos valores arrecadados pelas empresas, algo decorrente do uso de apps de conversação.

Facebook lança versão mais leve para Android no Brasil

Facebook Lite

Um dos grandes vilões da bateria, o aplicativo do Facebook compromete o desempenho dos aparelhos. Mas os usuários do Android ganharam uma alternativa: o Facebook Lite, versão indicada para conexões mais lentas e celulares menos potentes, agora está disponível para download no Brasil.

A novidade pesa menos de 1MB e, de acordo com a empresa, traz as principais experiências do Facebook, como News Feed, atualizações de status, fotos e notificações.

O aplicativo foi lançado no início de junho e, a partir de hoje, está disponível também em outros países da América Latina e da Europa.