Flash deve parar de funcionar por padrão no Chrome até o fim do ano 2020.

Com o tempo, mais pregos vão sendo colocados no caixão do Flash. O Chrome, sozinho, deve colocar mais uns dez. Isso porque o buscador planeja desativar o plugin por padrão ainda este ano.

flash4

Apesar de impactante, a decisão não deve matar o Flash de vez no Chrome. Quando algum conteúdo dependente do plugin estiver na página, o navegador deve alertar o usuário e ele poderá ativar o software. Além disso, os dez sites que mais usam Flash ficarão numa whitelist por um ano, o que inclui Facebook, YouTube, Yahoo, Live, Twitch e Amazon, além da rede social russa VK.

flash3

A decisão não chega a ser surpresa, vide as inúmeras falhas de estabilidade e segurança do Flash. Ainda assim, é uma notícia bem importante quando consideramos a presença de 77% do Chrome entre os navegadores no Brasil. Os principais sites, no entanto, já trocaram ou estão trocando o conteúdo em Flash faz tempo, como o Facebook, YouTube e Twitch, que recorreram ao HTML5.

Quando desativado por padrão, o Flash deve oferecer risco de segurança mínimo (ou nenhum) ao usuário. Esta apresentação do Google também mostra que o plugin não será listado na API do navegador; é como se ele fingisse que o Flash não estivesse instalado. Se a segunda opção do site for um conteúdo em HTML5, ele será exibido e o Flash não será acionado.

google

Se você já quiser ver o fim do Flash no seu navegador, já é possível desativá-lo por padrão. Basta ir em nas configurações do navegador, mostrar configurações avançadas e na aba Privacidade > Configurações de conteúdo > Deixe-me escolher quando executar o conteúdo do plug-in, logo abaixo de Plug-ins. Quando houver conteúdo em Flash, o Chrome irá te avisar e pedir para você atualizar a página caso queira vê-lo.

É importante notar que alguns detalhes menores podem mudar. O Google provavelmente vai substituir o termo “plug-in” por Flash Player tornar a opção mais intuitiva ao usuário — e devem vir opções como “nunca rodar conteúdo em Flash”. No futuro, o controle deve funcionar mais ou menos como o Java, em que o usuário pode permitir que determinados sites rodem o complemento.

O Chrome é um dos poucos navegadores que já têm o Flash instalado por padrão. Essa abordagem permite que o navegador controle as atualizações mais facilmente e evite que falhas antigas afetem os usuários, mas aumenta o consumo de bateria. Faz algum tempo que o Chrome carrega “inteligentemente” o Flash, desabilitando conteúdo desnecessário para preservar o desempenho. Agora, o Google dá um passo adiante para matar de vez a ferramenta.

Com informações: The Verge.

“LIMONADA VIRTUAL”: CRIARAM UMA CANECA QUE DÁ QUALQUER SABOR PARA A ÁGUA

Você pode, inclusive, compartilhar o teu gosto preferido pela internet.

Gabriela Roman Publicado: 01/05/2017 13:02 | Atualizado: 01/05/2017 13:10

Se fazer dieta é um enorme sofrimento para você, saiba que isso pode acabar em breve. Que tal beber água com gosto do que você imaginar?

Pesquisadores de Singapura criaram a limonada virtual, uma caneca que permite até compartilhar sabores pela internet.

 Eles usaram eletrodos para captar o sabor da limonada e, depois, replicaram em um eletrodo instalado na borda de um copo de água. Resultado, quem bebe a água diz sentir o sabor do limão. A tecnologia foi criada com o objetivo de enriquecer as interações virtuais.

A tecnologia pode também replicar gostos salgados e doces. Isso significa que poderemos desfrutar de certos sabores sem ingerir as calorias das comidas, o que promete ajudar quem quer emagrecer mas não quer abrir mãos das comidas gostosas – se bem que tomar um copo de strogonoff é meio estranho.

Segundo Nimesha Ranasinghe, coordenador da equipe de pesquisadores do Centro NUS-Keio CUT,

“Nossa motivação é o fato de que hoje as interações digitais não permitem o compartilhamento de comida e bebida, algo tão comum em nosso cotidiano”.

 

Ranking da Anatel: Os melhores provedores de banda larga do Brasil

Nesta segunda-feira (3), a Anatel, Agência Nacional de Telecomunicações, divulgou os resultados de uma pesquisa sobre a qualidade da internet de banda larga fixa em todo o Brasil. O levantamento feito, que levou em consideração a opinião de mais de 150 mil pessoas, mostra a avaliação dos usuários em relação aos planos contratados.

Para a pesquisa, a agência levou em consideração alguns critérios, como velocidade da conexão, estabilidade da rede, disponibilidade, preço e atendimento feito pela operadora. Diante dos critérios, o site Melhor Plano classificou as melhores provedoras de internet em cada estado brasileiro. Somente o Amapá não recebeu avaliação, já que a Anatel não avaliou as operadoras do local.

Confira a lista.

Acre – NET
Alagoas – Vivo
Amazonas – NET
Bahia – NET
Ceará – NET
Distrito Federal – NET
Espírito Santo – NET
Goiás – Vivo
Maranhão – NET
Mato Grosso – NET
Mato Grosso do Sul – NET
Minas Gerais – Algar Telecom
Pará – NET
Paraíba – NET
Paraná – Sercomtel
Pernambuco – NET
Piauí – NET
Rio de Janeiro – Tim
Rio Grande do Norte – Cabo Telecom
Rio Grande do Sul – NET
Rondônia – Blue
Roraima – Oi
Santa Catarina – Vivo
São Paulo – Tim
Sergipe – NET
Tocantins – NET
Apesar dos resultados obtidos com os consumidores mostrarem que a NET foi considerada a melhor provedora de banda larga em 19 estados brasileiros, o lugar de melhor operadora ficou para a Cabo Telecom. Sobre velocidade, a Tim mostrou maior desempenho e ocupou a liderança.

Fonte: Melhor Plano

Matéria completa:
https://canaltech.com.br/noticia/banda-larga/ranking-da-anatel-os-melhores-provedores-de-banda-larga-do-brasil-91636/

sugestão :

Melhor Internet Banda Larga do Brasil

segue o link: https://melhorplano.net/melhor-internet-banda-larga

“DESCOBRIRAM MINHA SENHA?”: SITE REVELA SE HACKERS ALGUM DIA INVADIRAM SUAS CONTAS ONLINE

descobriram-minha-senha

O monitoramento de vazamento de dados é feito em instantes em toda a rede.

 

Um dos grandes medos da vida virtual é o vazamento de dados confidenciais.

Por isso criaram um serviço super útil, que mostra se teus logins já foram invadidos ou se alguma informação pessoal  já foi divulgada na internet.

O site Have I Been Pwned utiliza seu endereço de e-mail ou username usado na rede para fazer esse monitoramento em toda a internet, alertando o usuário no caso de ter informações privadas divulgadas em algum site. Todo tipo de vazamento público de dados, que é feito ilegalmente pelos hackers, é revelado pela plataforma.

Tudo o que o usuário precisa fazer é inserir o seu e-mail ou seu username na barra de busca do site, o monitoramento é feito em instantes. Caso tenha sido hackeado, uma lista aparecerá mostrando onde suas informações estão circulando. Sabendo disso, o usuário deve então mudar suas senhas e reforçar o sistema de segurança de suas contas virtuais.

Já existem outras plataformas que fazem o mesmo serviço oferecido, mas esse além de ser gratuito, segundo o site Gizmodo ele é o melhor entre seus concorrentes.

Redação – SOS Solteiros-Publicado: 27/09/16 10:34 | Atualizado: 27/09/16 10:34

AVIÕES COM WI-FI “GRATUITO” COMEÇAM A CHEGAR AOS AEROPORTOS BRASILEIROS

Se existia um lugar no planeta terra onde o ser humano era capaz de ficar um tempo considerável sem usar o celular, era no avião. Mas para a alegria dos viciados na rede, isso agora faz parte do passado.

GOL acaba de se tornar a primeira companhia aérea da America Latina a disponibilizar internet durante seus voos comerciais.

 wifi-aviao
Anunciado em pleno voo, esse mimo aos passageiros foi possível graças a uma antena de última geração instalada em uma das aeronaves, possibilitando uma conexão que dará acesso inicialmente apenas as redes sociais, e-mails, sites e Whatsapp, mas em breve será possível ter acesso a outros conteúdos, como serviços de streaming, por exemplo.

De acordo com Paulo Kakinoff, presidente da GOL, eles também estudam transmitir TV ao vivo a bordo, para trazer à empresa o título de companhia aérea com a mais completa ferramenta de entretenimento da America Latina e Caribe. Vale lembrar que toda a iniciativa já foi aprovado pelos órgãos responsáveis pela aviação, tanto do Brasil quanto dos E.U.A..

O site Melhores Destinos estava presentes no voo inaugural com internet, e relatou que em um primeiro momento, o resultado foi bem satisfatório, mas conforme os passageiros foram se conectando, a velocidade caiu consideravelmente, chegando a fica quase nula ou inexistente.

Segundo a companhia, o objetivo é que até 2018, todas as aeronaves da empresa ofereçam esse serviço aos passageiros, que será disponibilizado de forma gratuita apenas nos primeiros 6 meses.

Acompanhe a primeira transmissão ao vivo:


 

 

Fonte: Redação SOS Solteiros Publicado: 05/10/16 16:04

APRENDA O PASSO A PASSO DO “NOVO TRUQUE NINJA” PARA ACELERAR O WI-FI NA SUA CASA

truque-ninja-para-acelerar-o-wi-fi-na-sua-casa

Alterando um número na configuração, o sinal pode melhorar consideravelmente!
Um dos responsáveis pela qualidade da sua internet é o roteador, e também as configurações dele. Nesse aparelho existem diversas opções que influenciam como o Wi-Fi chega até seu dispositivo.

Uma delas é o MTU, que informa o tamanho dos pacotes da rede. Um número baixo de pacotes pode deixar a internet lenta e um número alto pode ocasionar a perda deles, então é necessário inserir o valor correto.

Para conexões a cabo, ou Ethernet, o valor certo é de 1500 bytes e para o Wi-Fi é 1492 bytes. Se esses números forem inseridos errados podem gerar queda da internet, redução da velocidade e não reconhecer alguns aparelhos, como o Chromecast, por exemplo.

Por que isso não ocorra, é importante certificar-se de não estar fazendo a configuração trocada, o número do Ethernet com o do Wi-Fi. O site TechTudo ensinou a configurar corretamente o MTU do seu roteador.

Como cada fabricante coloca uma interface diferente em seus roteadores, não é possível ensinar o passo a passo para todos os modelos. Então esse tutorial foi feito para o roteador D-Link, modelo DSL-2740E.

Para saber como acessar as configurações do seu modelo, consulte o site do fabricante.

Como fazer

Abra um navegador de internet e digite o IP do roteador, que pode ser encontrado no manual, nesse caso é 192.168.25.1

dicarotedor

Insira o usuário e a senha, que também é encontrado no manual ou direto com a operadora. Muitos fabricantes usam “admin” no usuário e na senha, como nesse caso.

autenticacaoAo entrar na interface do roteador, clique em “configurações”, depois em “configuração da internet”.

d-link

Em “Tabela Atual ATM VC”, clique no ícone do lápis.

tabela

No campo “MTU”, digite “1492” se estiver usando Wi-Fi e “1500” se estiver usando uma rede com cabo. Depois clique em “Aplicar configurações”.

d-link-ii

Pronto! Seu roteador Dlink está com o número MTU configurado corretamente, para acelerar e melhorar a qualidade do sinal da sua internet.

Lembrando mais uma vez, para encontrar onde mudar o número do MTU no seu roteador, consulte o site do fabricante ou o manual de instruções.

Fonte(s): TechTudo
Boa Sorte!

Google Maps ganha modo offline para você nunca mais se perder na estrada.

maps

O Google Maps sempre foi um excelente GPS para os motoristas perdidos que não tinham um aparelho dedicado à localização. O único problema da plataforma é que ela exigia uma conexão com a internet, o que dificultava a vida de quem precisava achar a direção certa no meio de uma estrada, por exemplo. No entanto, essa é uma realidade que está para mudar, principalmente se você possui um dispositivo Android.

O Google anunciou que a versão do aplicativo para o sistema operacional recebe a partir desta terça-feira (10) um modo offline para facilitar a vida de todo mundo. Segundo a companhia, neste primeiro momento apenas as rotas para carros serão exibidas, o que deixa os trajetos para pedestres e de transporte público ainda dependentes de uma rede ativa. No entanto, mesmo com essa pequena limitação, a novidade já é bastante promissora.

Com total suporte às pesquisas brasileiras, a nova função do Google Maps permite ainda que você procure por estabelecimentos e confira detalhes do que há no caminho. A única restrição mesmo fica por conta de informações do trânsito. Como o aplicativo não está conectado, ele não consegue puxar dados de tráfego, deixando-o completamente às escuras em relação a algum acidente ou mesmo um congestionamento no caminho — o que impede que ele trace o caminho mais rápido até seu destino.

O curioso é que, ao contrário do que muito podem pensar, a ideia da empresa não é dar uma folga ao seu pacote 3G. Na verdade, o que o Google pretende com a versão 9.17 é melhorar a sua experiência e acabar com aqueles apagões que o aplicativo enfrentava quando a conexão sumia. Assim, ao entrar em uma área sem cobertura ou com sinal fraco, ele utiliza dados baixados previamente para manter o trajeto e não deixar você perdido na hora do aperto.

E a novidade funciona até mesmo quando o modo avião está ativado, bastando que a geolocalização do smartphone esteja ligada. No entanto, a companhia afirma que é preciso ter, pelo menos, 400 MB de espaço disponível na memória do aparelho para que ele baixe todos os dados necessários. O usuário pode definir também a área desejada do mapa que pretende armazenar, o que torna tudo ainda mais simples. Esses dados ficarão guardados no dispositivo por 30 dias.

O Google prometeu trazer esse modo offline também para a versão do iOS do Maps, mas não disse quando isso deve acontecer.

 

Site mostra ranking da velocidade da internet no Brasil

20150626150538_660_420

O site MinhaConexão lançou nesta terça-feira, 4, uma ferramenta que mapeia a velocidade dos provedores do Brasil inteiro. O serviço vai mostrar a disponibilidade de acordo com a região do usuário e a velocidade média de provedores que estejam em no mínimo 1% das residências brasileiras.

O sistema mostra uma visão geral da internet no país e fornece detalhes de cada região e cada cidade, possibilitando comparar a velocidade com a de outras regiões e verificar a velocidade de todo os provedores disponíveis na cidade antes de contratar um serviço.

De acordo com o MinhaConexão, São Caetano do Sul é a cidade com a conexão mais rápida do país, com velocidade média de 22.7 Mbps, seguida por Valinhos, com 18.1 Mbps, Santo André, com 17.8 Mbps, Americana, com 16.4 Mbps e São José dos Campos, com 16.4 Mbps. Entre as capitais, São Paulo possui a conexão mais rápida, com uma média de 16.3 Mbps, seguida por Curitiba, com 12.5 Mbps e Rio de Janeiro, com 11.4Mbps.

Provedores 

Entre os provedores mais rápidos do Brasil, a primeira posição é ocupada pela Predialnet, do Rio de Janeiro, com velocidade média de 25.1 Mpbs, seguida pela Zamix, com velocidade de 22.7 Mbps, Live Tim, com 22.2 Mbps, Intelig, com média de 18.7 Mpbs e Cabotelecom, com 18.3 Mbps.

O site mostra também os grandes provedores mais rápidos. Confira a lista:

1. Live Tim: 22.2Mbps
2. Net Virtua: 14.6Mbps
3. Gvt: 12.5Mbps
4. Vivo: 12.1Mbps
5. Embratel-empresa: 11Mbps
6. Ctbc: 7.1Mbps
7. Viacaboip: 6.5Mbps
8. Claro: 5.8Mbps
9. Velox: 4.5Mbps
10. Mastercabo: 4.2Mbps

Governo busca uma forma de tributar a internet

20150626150538_660_420

A internet está na rota de tributação do Governo. O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, argumentou na última terça-feira, 28, que “este é um dos temas globais”.

A ideia, segundo informa o Estadão Conteúdo, é compensar as dificuldades em aumentar as receitas e a queda na arrecadação.

O ministro lembrou que alguns provedores estão no exterior, então o governo precisa encontrar uma forma de tributar o setor. “Cada vez que a economia vai para uma direção, temos que discutir uma maneira correta de tributar essa direção.”

O “tamanho e distribuição da carga tributária são importantes para o dinamismo da economia”, ressaltou Levy.

Ranking de velocidade da Netflix tem novo líder

internetinchada

A Netflix liberou hoje o seu relatório mensal de velocidade de transmissão das diferentes operadoras do Brasil. A novidade dete mês é que, pela primeira vez desde janeiro, a TIM não aparece na liderança.

Em junho, a provedora GVT assumiu a primeira posição do ranking, com uma velocidade média de transmissão de 3,32 Mbps. Mas a TIM, tradicional vencedora, não ficou longe: sua média no mês ficou em 3,31 Mbps. Trata-se da primeira vez que a TIM perde a liderança desde tê-la assumido em maio de 2014.

As demais operadoras mantiveram, todas, as mesmas posições desde o começo do ano. Em terceiro lugar está a NET Virtua, com média de 3,08 Mbps; em seguida, a Algar, com velocidade média de 2,48 Mbps. O Provedor Oi Velox ocupa a quinta posição (1,77 Mbps) e, na lanterna, está a Telefônica, com média de 1,26 Mbps.

No começo de 2014, a Oi ainda mostrava médias de velocidade inferiores às da Telefônica. No entanto, desde agosto daquele ano, a Telefônica ficou por último. A média obtida pela Telefônica em junho foi o pior resultado de sua história, e o segundo pior desde os inícios das medições do Netflix.

A troca de liderança no relatório é a primeira mudança de posições entre as operadoras neste ano. Ainda assim, a evolução das médias de transmissão de cada operadora podem ser visualizadas aqui.