Arquivo da tag: Iphone

iPhone agora lê as mensagens do Whatsapp para você

A possibilidade de ditar mensagens para que o próprio smartphone escreva tudo e as envie pelo Whatsapp alegrou os preguiçosos da internet.

Agora uma nova atualização do aplicativo chegou completando a “felicidade ociosa” de um parte dessa galera. A Siri (iOS) agora pode ler em voz alta as últimas mensagens recebidas.

A nova função só estará disponível para aqueles que atualizarem o app para a versão 2.17.2, compatível apenas para os aparelhos com iOS 10.3. Tudo o que deve ser feito, depois de habilitar a ferramenta no menu de configurações do aparelho, é usar a assistente virtual. Por isso, deve ativar a integração do aplicativo com o sistema operacional da Apple.

Acesse “Ajustes” > “Siri” > “Suporte do Aplicativo” e selecione “WhatsApp”, que precisa estar ativado.

Para ativá-la, pressione o botão “Home” (ou fale “E aí Siri”, caso esteja configurado).

Depois basta dizer “Ler mensagens no WhatsApp”.

Tentamos falar outras coisas, mas não deu certo.

– Três tentativas que não deram certo.

Depois de ler, a assistente virtual pergunta se quer responder; basta dizer “SIM” e na sequência ditar a mensagem (se essa função estiver configurada).

Pode parecer uma função irrelevante, mas pense na quantidade de (possíveis) acidentes de trânsito que poderão ser evitados com o uso da nova ferramenta, já que agora será possível conversar pelo aplicativo sem (quase) encostar no celular – e mantendo os olhos na estrada.

Também, claro, devemos ressaltar a importância da novidade aos deficientes visuais, que poderão utilizar o app de maneira mais prática e eficiente.

A novidade, que já havia sido anunciada em junho de 2016, faz parte de uma iniciativa da Apple para que os desenvolvedores dos aplicativos criem mais interações entre a Siri e aplicativos terceiros.

Fonte(s): Catraca Livre, Tecmundo, G1
Imagem de capa: Montagem – RTS
Anúncios
Etiquetado , , ,

Com iPhone vermelho e iPad renovado, Apple dá início a seus lançamentos…

Apple anunciou edição limitada do iPhone 7 vermelho…

 

 

Há um ano,  a Apple lançava em um evento o iPhone SE, versão com tela pequena de seu famoso smartphone. Mas sem estardalhaço neste ano, a marca norte-americana soltou nesta terça-feira (21) uma série de pequenas novidades para seus consumidores. As principais estão na linha iPhone: o 7 ganhou uma versão vermelha em edição especial, enquanto o SE dobrou de armazenamento interno: 128 GB ou 256 GB.

E ainda mais discretamente, o iPhone SE apareceu no site oficial com mais memória interna, em versões com 32 GB por R$ 2.499, e 128 GB por R$ 2.899 –antes traziam 16 GB e 64 GB.

– Veja mais em https://noticias.bol.uol.com.br/ultimas-noticias/tecnologia/2017/03/21/iphone-vermelho-e-ipad-renovado-sao-primeiras-novidades-da-apple-neste-ano.

Novos modelos de iPad foram anunciados sem alarde pela Apple

iPad com tela mais brilhante

Já fazia quase dois anos que a Apple não atualizava a linha iPad. Pois essa atualização chegou, mas ainda tímida. O iPad Air ganhou uma tela Retina “mais brilhante”, o que a tornaria de mais fácil leitura –mas a empresa não detalha o quão brilhante é em relação à versão anterior. E o processador também mudou: sai o A8X, entra o A9, o mesmo dos iPhones 6S.

O iPad Mini 4 sofreu a mesma alteração do iPhone SE: apenas limou quase todas as versões de armazenamento interno, restando só a com 128 GB. O modelo Wi-Fi custa R$ 2.999; o modelo Wi-Fi + 4G sai por R$ 3.699.

Clip, app da Apple que permite criar vídeos animados com filtros

App misterioso

Outra novidade do dia foi o Clips, um aplicativo novo que segundo a descrição, faz vídeos e fotos com filtros estilosos e textos divertidos para serem compartilhados nas redes sociais. Será mais um clone do Snapchat a caminho, mas desta vez pelas mãos da Apple?

Como o app ainda não está disponível –só chega em abril– só ficamos com as imagens de divulgação, que têm uma pegada colorida e jovem.

Etiquetado , ,

O CABO ESTRAGADO DO IPHONE PODE SER SUBSTITUÍDO DE GRAÇA

apple-com-cabo-quebrado-mgssolucoes

Os cabos do iPhone vivem dando problemas. Fato!

Mas saiba que se teu cabo do carregador, fones de ouvido ou cabo lightning apresentar qualquer tipo de “zica”, você tem o direito de trocá-lo por um novinho em folha, ou melhor, “novinho em fio”.

Todos esses cabinhos podem ser trocados gratuitamente por novos, desde que estejam ainda no prazo de garantia, ou seja, precisam ser originais. Tanto os que acompanham um outro produto, como celulares ou tablets, como os comprados individualmente, devem ser substituídos na hora pela loja oficial ou pela assistência técnica autorizada da Apple.

Para fazer a troca, basta levar em um desses locais a nota fiscal, embalagem do produto e o cabo com defeito. Mas certifique-se de que ainda esteja no prazo de validade e de se tratar de um cabo original da Apple.

Se você está com problemas com seus cabos ou fones, procure a loja ou assistência técnica autorizada Apple mais próxima de você.

A troca deverá ser feita na hora em qualquer loja Apple autorizada.

Redação – SOS Solteiros

Etiquetado , , , , , , ,

10 funções dos novos Galaxy que os iPhones ainda não têm

apple-vs-samsung1

A Samsung anunciou hoje dois novos membros da família Galaxy: o Galaxy Note 5 e o Galaxy S6 Edge+. eles encaram bem qualquer um dos tops de linha das outras principais fabricantes, como LG, Motorola e Sony.

A maior concorrente da Samsung, porém, é a Apple. O design arrojado dos smartphones da linha Edge da empresa coreana pode até ser pensado como uma tentativa de se aproximar da inovação e simplicidade características da empresa da maçã.

A Apple deve apresentar em breve os próximos iPhones, que talvez sejam os grandes rivais dos novos membros da família Galaxy. Por enquanto, porém, os smartphones da Apple estão devendo algumas funcionalidades aos da Samsung. O Business insider fez uma lista com algumas delas. Veja abaixo:

Abrir mais de um aplicativo por vez

Todos os smartphones da linha Galaxy Note permitem que mais de um aplicativo seja aberto por vez. Os iPhones, porém, ainda não tem essa capacidade (o iPad Air 2 logo receberá uma funcionalidade parecida, no entanto)

Ligar a câmera apertando o botão Home duas vezes

Os iPhones também possuem um atalho para a câmera, mas é necessário ligar a tela para utilizá-los, o que os torna um pouco menos conveniente.

Adicionar Widgets à tela principal

Você pode customizar a página inicial dos msartphones da Samsung com os widgets que você escolher. Os dispositivos da Apple até têm algo semelhante para o menu de notificações, mas não para a página inicial.

Carregar a bateria sem fios

 

O Note 5 e o S6 Edge+ são compatíveis com uma tecnologia de carregamento sem fio da bateria. Os iPhones ainda precisam ser conectados para se energizar.

Acessar aplicativos por meio da Stylus

O Note 5 vem com uma canetinha Stylus da Samsung que tem algumas funcionalidades especiais. Entre elas, você pode acessar aplicativos do smartphone apertando um botão na Stylus. Mesmo as canetinhas para iPhone que você conseguem comprar não têm nenhuma funcionalidade desse tipo.

Desenhar na tela desligada

 

Ainda usando a Stylus, você consegue desenhar na tela desativada do dispositivo. É útil caso você precise ilustrar rapidamente alguma coisa.

Printar uma página inteira

Embora maioria dos smartphones (inclusive os iPhones) permitam que você tire um print da tela, os novos da Samsung permitem que você copie uma página da internet toda de uma vez, em vez de precisar tirar vários prints.

Criar atalhos para aplicativos e contatos favoritos

 

O Galaxy S6 Edge+ permite que você crie atalhos para os aplicativos que você mais usa e as pessoas para quem mais liga, e deixe-os acessíveis a um toque na lateral curvada do dispositivo.

Transmitir vídeo ao vivo para o Youtube

O aplicativo de câmera dos novos aparelhos da Samsung têm uma opção que permite que o vídeo gravado nelas seja transmitido, ao vivo, para o Youtube.

Mostrar a tela do seu smartphone no computador

Graças à função SideSync, os smartphones novos da Samsung conseguem projetas suas telas no desktop de computadores (inclusive os da Apple). É possível até mesmo usar essa função para arrastar e largar arquivos do seu computador no celular (e vice-versa)

Etiquetado ,

Dicas: como migrar do iPhone para o Android e do Android para o iPhone

blog_cover_iosandroid (1)

Não está satisfeito com seu celular? Pensa em “virar a casaca” e sair do Android para ir para o iPhone ou fazer o caminho inverso e deixar o jardim da Apple para ir para o quintal do Google? Há algumas coisas que você deve saber e estar preparado para fazer antes disso.

O que você vai fazer com suas músicas? E suas fotos? E seus contatos? São coisas a se considerer antes de fazer a migração. Por isso, reunimos as dicas abaixo.

Do Android para o iPhone

– Transferindo contatos: tenha certeza de que salvou seus contatos em sua conta do Google. Isso facilitará MUITO o processo de migração de uma plataforma para isso. Se você fez isso, basta acessar entrar em Ajustes > Mail, contatos e calendários e adicionar sua conta do Google. Certifique-se de permitir a sincronização de contatos. Agora os seus contatos gravados na sua conta também estão no iPhone.

– Transferindo apps: Infelizmente você está sem sorte, porque não há modo fácil de fazer isso. Você vai ter que baixar de novo todos os aplicativos que você tinha no Google Play agora na App Store. Inclusive, se você comprou um app na loja do Google, você provavelmente vai ter que recomprá-lo na loja da Apple. O mesmo vale se você fizer o caminho inverso.

Transferindo fotos e vídeos: Há alguns métodos de se fazer isso, utilizando aplicativos específicos como o Copy my Data e o PhotoSync, que permitem a transferência direta de um celular para outro, ou então apostando em serviços de nuvem como o OneDrive, Google Drive, Dropbox e até mesmo o recém lançado Google Fotos que faz bem a função de sincronização em vários dispositivos.

Você também pode usar o iTunes para isso, passando as fotos do seu celular Android para o computador, sincronizando-as com o programa e em seguida transferindo-as para o iPhone.

Transferindo músicas: Se você não usa um serviço de streaming e ainda coloca as boas e velhas mp3 no seu celular, o princípio é o mesmo do item acima: você precisa do iTunes. Não é difícil, basta sincronizar as músicas que você tem arrastando-as para o iTunes e depois passá-las pelo iPhone. Depois de plugar o celular no PC, abra o programa, entre no seu iPhone e em Música, escolha se quer passar toda a biblioteca ou apenas alguns artistas e faixas.

Do iPhone para o Android

Transferindo contatos: Como os serviços da Apple não conversam muito bem com o Android, o melhor jeito de transferir contatos é pelo iTunes. Conecte o iPhone ao PC e, no programa, clique no iPhone no canto superior direito. Abra a guia Informações e marque a caixa Sincronizar contatos com. Em seguida, selecione Contatos do Google e digite seu login e senha quando for pedido. Seus contatos serão integrados à conta do Google. Basta utilizá-la no seu novo Android.

Transferindo apps: Mesma coisa do caminho do Android para o iPhone: não há jeito simples. Você tem que baixar tudo de novo, um por um, e recomprar os apps que você tenha comprado na outra plataforma.

Transferindo fotos e vídeos: Se você não usa nenhum serviço em nuvem (OneDrive, Google Drive, Dropbox e até mesmo o recém lançado Google Fotos), o jeito mais simples de fazer isso é plugando o iPhone no PC e copiando a pasta de fotos pelo Windows Explorer para o seu computador. Em seguida, conecte o celular Android no PC e aproveite a liberdade de usar o aparelho como armazenamento e guarde lá as fotos que você tirou do seu iPhone.

Transferindo músicas: Outro passo bem simples, permitido pela técnica do drag-and-drop. Encontre a pasta do seu computador onde estão armazenadas as músicas e simplesmente arraste os arquivos para o diretório Music do seu Android, que deve estar conectado pelo USB. Você também pode usar o aplicativo Airdroid para realizar a tarefa via Wi-Fi.

Etiquetado , , ,

Vazam possíveis fotos do iPhone 6S

9to5mac_6s8

Conforme manda a tradição, a Apple deve lançar em setembro a próxima versão do iPhone. E o modelo 6S já teve possíveis fotos reveladas na internet. Ao que parece, o design será praticamente idêntico à linha atual, com o mesmo tamanho e largura.

Reprodução

O modelo S do iPhone 6 teria uma estrutura interna diferente da atual, o que sugere mudanças na distribuição dos seus componentes. A própria carcaça do iPhone 6S indica a nova dinâmica do modelo, que pode abdicar da câmera com lente dupla.

Reprodução

Reprodução

As linhas da antena deverão continuar presentes no aparelho, e os conectores do iPhone 6S também serão os mesmos.

Reprodução

Etiquetado , , , ,

Aniversário do iPhone: veja curiosidades sobre os 8 anos do smartphone

1394310330_1

O primeiro iPhone da história foi lançado em 29 de junho de 2007, e nesta segunda-feira o smartphone da Apple faz aniversário. De lá para cá, o telefone com iOS conquistou muitos fãs, usuários, uma legião de críticos ao redor do mundo e provocou uma verdadeira revolução na tecnologia. Para o 8º ano do gadget, MGS listou oito curiosidades sobre o smartphone criado por Steve Jobs.

1 – Antes do iPhone (Ai) e depois do iPhone (Di)

Se você foi um adolescente ou adulto nos anos 2000, é provável que se lembre de uma variedade de modelos de celulares. Naquela época, as fabricantes de aparelhos apostavam em diferentes padrões de design, como o flip (dobrável) e barra. Cada um deles tinha como ponto comum a utilização de teclas para discagem, digitação de texto e comandos, o que tomava um longo tempo dos usuários.

O iPhone tampouco foi o primeiro aparelho a utilizar telas touchscreen. No entanto, os telefones equipados com o recurso até então exigiam que o dono utilizasse uma caneta Stylus, similar à que acompanha o Galaxy Note. O acessório era obrigatório até para comandos simples e seu uso não era nada amigável.

Steve Jobs fala sobre os smartphones da época no lançamento do primeiro iPhone (Foto: Divulgação/Apple)Steve Jobs fala sobre os smartphones da época no lançamento do primeiro iPhone 

O grande mérito do iPhone, porém, foi apresentar um telefone touchscreen totalmente responsivo e que podia ser utilizado com os dedos, dispensando a terrível canetinha. Além disso, a Apple também investiu em um sistema totalmente intuitivo e amigável, com ícones adaptáveis, aplicativos especialmente criados para o aparelho e um teclado virtual fácil de usar. E assim, em 29 de junho de 2007, o “revolucionário” gadget era oficialmente lançado nos EUA.

2 – Quantos iPhones foram vendidos em toda a história?

O iPhone é o aparelho de maior sucesso na história da Apple. E não é para menos, afinal, até março deste ano foram vendidos mais de 700 milhões de unidades do aparelho em todo o mundo. Para se ter uma ideia, o número é bem maior do que a população do Brasil e Estados Unidos juntas.

3 – Como poderia ter sido o primeiro iPhone?

O elogiado design do iPhone chama a atenção por sua simplicidade e pela ausência de inúmeros botões para controlar as funções do telefone. No entanto, a Apple poderia ter seguido um caminho muito diferente do apresentado em 2007, conforme revelaram documentos entregues durante os processos contra Samsung relacionados a patentes.

iPhone teve diversos protótipos criados antes que Apple chegasse ao design final do aparelho (Foto: Reprodução/Cult of Mac)iPhone teve diversos protótipos criados antes que Apple chegasse ao design final do aparelho

No lugar das linhas arredondas adotadas no primeiro modelo, a Apple chegou a pensar em lançar um aparelho com uma traseira mais reta, lembrando bastante o iPhone 5. Já um conceito mais radical do smartphone mostra um aparelho com uma das pontas bastante finas e com uma grande curva, que poderia ter sido pensado para o melhor encaixe nas mãos do usuário.

4 – iOS 7: de onde veio a inspiração?

Em 2013, após muitas críticas, a Apple finalmente decidiu fazer uma grande reforma no seu sistema, o iOS. A sétima versão do software, apresentada durante a WWDC 2013, trouxe um visual mais minimalista e colorido, que continua em uso pela fabricante. Mas de onde veio a inspiração para a interface?

iOS 7 pode ter tido inspiração no antigo logo da Apple nos anos 70 (Foto: Reprodução/Reddit)
iOS 7 pode ter tido inspiração no antigo logo da Apple nos anos 70

Segundo alguns usuários do Fórum Reddit, o esquema de cores adotado nos ícones dos aplicativos de fábrica do iOS 7 foram inspirados… na própria Apple! Ao comparar as cores utilizadas pela logo da empresa nos anos 70, é possível perceber que aplicativos como o telefone, notas, iTunes, calculadora e outros seguem a mesma variedade de cores presente na maçã.

5 – A primeira atualização do iPhone levou um ano e meio para ser lançada

É possível afirmar hoje que a Apple é uma empresa bem regrada e previsível. Ao contrário de companhias como Sony e Samsung, com lançamentos a cada seis meses, a empresa da maçã atualiza seu telefone a cada um ano, geralmente em setembro. Mas nem sempre foi assim.

iPhone 3G levou mais tempo para chegar ao mercado do que o habitual (Foto: Divulgação/Apple)iPhone 3G levou mais tempo para chegar ao mercado do que o habitual 

Apesar do sucesso do primeiro iPhone, a Apple levou 18 meses para apresentar a nova versão do smartphone: o iPhone 3G. Como o próprio nome já diz, a segunda geração do aparelho chegou equipada com uma conexão à Internet móvel de alta velocidade, além de uma nova versão do sistema e configurações mais robustas.

6 – Caro desde a chegada ao Brasil

O iPhone levou um certo tempinho até ter sua primeira versão lançada no Brasil, mas nem por isso a Apple compensou a espera com um bom preço. O iPhone 3G, primeiro smart da Apple a chegar ao Brasil, em 2008, custava entre R$ 1.000, na versão pós-paga de 8 GB, e R$ 2.600, para o pré-pago de 16 GB. Esses eram valores astronômicos para os aparelhos da época, mas equivalentes aos tops do momento, como o Nokia N95. No entanto, como não há nada ruim que não possa piorar, o smart chega a custar bem mais que seu valor inicial, na versão 6 Plus, vendida a R$ 3.899 por aqui.

7 – As propagandas da Apple sempre exibem o relógio marcando 9h41

Se você reparar, as imagens de divulgação do iPhone e de outros produtos da Apple terão sempre o mesmo horário: 9:41 AM (no formato de 12 horas). Qual é o motivo da escolha? Pura aleatoriedade? Nada disso, a resposta está na apresentação do primeiro telefone da Apple.

iPhone 5C e outros aparelhos da Apple tem imagens de divulgação com o horário de 9:41 AM (Foto: Divulgação/Apple)iPhone 5C e outros aparelhos da Apple tem imagens de divulgação com o horário de 9:41 AM 

O ex-chefe de desenvolvimento do iOS, Scott Forstall, revelou em 2010 que a Apple preparava seus Keynotes para apresentar novos produtos ao redor dos 40 minutos de conferência. Por esse motivo, a empresa preparava seu material de divulgação para que os presentes tivessem uma sensação de proximidade entre a hora mostrada no telão e a que aparece em seus relógios.

No caso do primeiro iPhone, Steve Jobs começou a apresentação do telefone às 9h41 do dia 29 de junho de 2007, horário que ficou marcado na história da empresa. Apesar disso, o aparelho só apareceu pela primeira vez às 9h42, o que fez com que a Apple utilizasse algumas vezes “9:42 AM” em suas peças de divulgação.

8 – Como o iPhone evoluiu?

Há quem ame ou odeie o iPhone, acusando a Apple de um certo conservadorismo nas mudanças do aparelho. De certa forma, a empresa mantém até hoje a linha de design iniciada no primeiro aparelho, com um único botão físico Home na parte frontal do telefone.

Iphones em fileira (Foto: Lucas Mendes/TechTudo)Gerações do iPhone lado a lado: iPhone 4S, iPhone 5S, iPhone 6 cinza espacial, iPhone 6 dourado e iPhone 6 Plus

O primeiro iPhone, por exemplo, tinha configurações bem baixas, como tela de baixa resolução, e uma aparência mais arredondada. Nas versões 3G e 3GS, a Apple fez algumas pequenas modificações no visual do aparelho e adotou configurações mais poderosas, como Internet de alta velocidade e processador capaz de rodar as inúmeras aplicações já disponíveis na época.

iPhone 3GS possui uma aparência arredondada e apenas câmera traseira (Foto: Divulgação/Apple)iPhone 3GS possui uma aparência arredondada e apenas câmera traseira

O iPhone 4 foi o primeiro a adotar linhas mais “quadradas” e ter uma câmera frontal para selfies e FaceTime. Já o iPhone 4S foi o responsável pela apresentação da Siri. O visual do aparelho foi novamente mudado e a tela foi esticada pela primeira vez no iPhone 5, padrão seguido de perto pelos modelo 5S e 5C, esse último feito totalmente de plástico multicolorido.

iphone6-e-plus-destaque (Foto: Lucas Mendes/TechTudo)iPhone 6 e 6 Plus tiveram as telas esticadas e aparência modificada

Por fim, o iPhone 6 e 6 Plus marcaram a desistência da Apple em remar contra o mercado e lançar aparelhos com telas gigantes. Equipados com 4,7 e 5,5 polegadas, respectivamente, ambos os modelos trazem configurações poderosas e um design leve e renovado. Confira mais detalhe da evolução completa do smartphone da Apple.

Etiquetado , , , ,

Telas de futuros iPhones deverão ler impressões digitais

pay_large_2x

O botão Home do iPhone pode dar adeus no futuro? O rumor existe há algum tempo, e ganhou um novo reforço com um novo rumor. A Apple trabalha em um display com a capacidade de leitura biométrica, para que a própria tela seja capaz de ler a impressão digital.

De fato, a Apple possui várias patentes relacionadas ao assunto, então não haveria obstáculo legal para colocar a tecnologia em prática em algum produto futuro. Resta saber se isso significaria que a empresa quer acabar com o botão Home ou apenas mover a função de leitura de impressão digital para a tela.

 A informação vem de fontes anônimas do jornal asiático DigiTimes, que teria ligação com a indústria de circuitos integrados de Taiwan.

Retirar o botão Home do iPhone poderia significar uma mudança drástica em experiência de usuário do iOS. Afinal de contas, o botão é um ponto central do iPhone, e é usado até mesmo para chamar a assistente Siri.

Ao mesmo tempo, se livrar do botão físico abre espaço para botões contextuais, como acontece no Android, que tem três botões. Um deles é o Voltar, que tem inúmeras funções, dependendo do app que está sendo executado.

Etiquetado , , , , ,

Apple escolhe cores do iPhone com base no gosto dos chineses, revela Cook

003255415

A Apple continua direcionando seus esforços para solidificar sua presença na China. Em entrevista à edição chinesa do Bloomberg Business, o CEO da Apple Tim Cook revelou que a empresa se baseia nos consumidores chineses na hora de escolher que cores utilizar em seus dispositivos. Cook revela que o modelo de iPhone dourado, por exemplo, surgiu para agradar aos clientes da China.

Reprodução

O ouro é considerado um amuleto de boa sorte no país.

A chamada “Grande China”, que inclui Taiwan e Hong Kong, tem sido apontada como o mercado mais importante para a empresa atualmente. Na região, que se tornou promissora, a Apple deve concorrer diretamente com duas fortes companhias asiáticas, Samsung e Xiaomi.

Reprodução

O CEO ainda falou sobre o Apple Watch e a expectativa de popularização do dispositivo no mercado chinês. A edição de ouro do relógio se esgotou no país em menos de uma hora, apesar do alto preço. Por lá, o produto custa 126,8 mil yuan, cerca de US$ 20 mil.

Reprodução

De acordo com um levantamento realizado pela UBS, a China é o maior mercado de iPhones do mundo. No início do ano, a Apple investiu pesado no desenvolvimento no país, abrindo uma nova loja por semana durante 5 semanas.

Etiquetado , , ,

Acessório transforma iPhone em câmera potente de 20 megapixels

DxO-One-Camera-on-iphone

A empresa de softwares de fotografia DxO lançou um acessóro que transforma o iPhone em câmera de 20 megapixels e pode ajudar a reduzir as principais reclamações de usuários a respeito do smartphone: baixa quantidade de megapixels e poucos controles de abertura, velocidade do obturador e ajustes ISO.

Reprodução

O acessório mede quase 7 cm e pesa 108 gramas. Ele se conecta ao iPhone via conexão Lightning e conta com um sensor CMOS BSI de 1 polegada, com 20 megapixels e abertura f/1.8. Com ele é possível gravar vídeos com resolução FullHD (1920 x 1080 pixels) a 30 fps (frames por segundo) ou de 720p a 120fps. Falando especificamente de imagens, o dispositivo fotografa em RAW por padrão, mas converte automaticamente os arquivos em JPEG. As fotos são automaticamente armazenadas no iPhone.
De acordo com os criadores da DxO One, o produto foi criado para fotografar e filmar paisagens, retratos e qualquer imagem que possa ser capturada normalmente com uma câmera DSLR.
Reprodução

A câmera ainda vem com um modo de selfie. Para isso, basta desconectar e conectar o celular, girando a DxO One 180º. O dispositivo é compatível com modelos a partir do iPhone 5 e funciona também no iPad Air, iPad Air 2 e nos iPads mini 2 e 3. Para funcionar corretamente, é necessário que o aparelho esteja rodando o iOS 8 ou superior.

A DxO One está disponível para pré-encomenda por US$ 599 (cerca de R$1845) e deve chegar ao consumidor em setembro.

Etiquetado , , ,
%d blogueiros gostam disto: