APRENDA O PASSO A PASSO DO “NOVO TRUQUE NINJA” PARA ACELERAR O WI-FI NA SUA CASA

truque-ninja-para-acelerar-o-wi-fi-na-sua-casa

Alterando um número na configuração, o sinal pode melhorar consideravelmente!
Um dos responsáveis pela qualidade da sua internet é o roteador, e também as configurações dele. Nesse aparelho existem diversas opções que influenciam como o Wi-Fi chega até seu dispositivo.

Uma delas é o MTU, que informa o tamanho dos pacotes da rede. Um número baixo de pacotes pode deixar a internet lenta e um número alto pode ocasionar a perda deles, então é necessário inserir o valor correto.

Para conexões a cabo, ou Ethernet, o valor certo é de 1500 bytes e para o Wi-Fi é 1492 bytes. Se esses números forem inseridos errados podem gerar queda da internet, redução da velocidade e não reconhecer alguns aparelhos, como o Chromecast, por exemplo.

Por que isso não ocorra, é importante certificar-se de não estar fazendo a configuração trocada, o número do Ethernet com o do Wi-Fi. O site TechTudo ensinou a configurar corretamente o MTU do seu roteador.

Como cada fabricante coloca uma interface diferente em seus roteadores, não é possível ensinar o passo a passo para todos os modelos. Então esse tutorial foi feito para o roteador D-Link, modelo DSL-2740E.

Para saber como acessar as configurações do seu modelo, consulte o site do fabricante.

Como fazer

Abra um navegador de internet e digite o IP do roteador, que pode ser encontrado no manual, nesse caso é 192.168.25.1

dicarotedor

Insira o usuário e a senha, que também é encontrado no manual ou direto com a operadora. Muitos fabricantes usam “admin” no usuário e na senha, como nesse caso.

autenticacaoAo entrar na interface do roteador, clique em “configurações”, depois em “configuração da internet”.

d-link

Em “Tabela Atual ATM VC”, clique no ícone do lápis.

tabela

No campo “MTU”, digite “1492” se estiver usando Wi-Fi e “1500” se estiver usando uma rede com cabo. Depois clique em “Aplicar configurações”.

d-link-ii

Pronto! Seu roteador Dlink está com o número MTU configurado corretamente, para acelerar e melhorar a qualidade do sinal da sua internet.

Lembrando mais uma vez, para encontrar onde mudar o número do MTU no seu roteador, consulte o site do fabricante ou o manual de instruções.

Fonte(s): TechTudo
Boa Sorte!

Supercomputador chinês é o mais rápido do mundo

20150714181442_660_420

A China continua no topo do ranking de supercomputadores mais rápidos do mundo com o Tianhe-2. A máquina, que pertence à Universidade Nacional de Tecnologia de Defesa da China, ocupa a posição pelo quinto semestre seguido, segundo a nova atualização da lista da TOP500.

A medição leva em consideração o benchmark Linpack, com o qual foi constatado que o computador chinês é capaz de alcançar 33,86 petaflops, o que é quase o dobro do segundo colocado, que chega a 17,59 petaflops.

A honrosa vice-liderança fica com o Titan, usado no Laboratório Nacional de Oak Ridge do Departamento de Energia dos Estados Unidos. Apesar de ficar consideravelmente atrás da liderança chinesa, ao menos a máquina leva o título de uso mais eficiente de energia no top 10.

O topo da lista é ocupado majoritariamente pelas grandes potências econômicas, principalmente Estados Unidos, Europa, China e Japão, com computadores que já estão há algum tempo operando, criados em 2011 ou 2012. Contudo, pela primeira vez um supercomputador do Oriente Médio figurou entre o top-10 com o Shaheen II, da Universidade Rei Abdullah de Ciência e Tecnologia, construído recentemente.

Apesar de não estar no topo, os Estados Unidos ainda têm 233 supercomputadores na lista, o maior número do mundo. No entanto, essa liderança está caindo, e já é a menor dos últimos 45 testes, abrindo espaço para outros países.

O Brasil só aparece na 148ª colocação do ranking, com o Santos Dumont, um supercomputador do Laboratório Nacional de Computação Científica, que chega à velocidade de 456,8 teraflops.

10 dicas para fazer seu PC funcionar mais rápido

011846725-worried-businessman-computer

O passar dos anos normalmente é cruel com os computadores, principalmente os com Windows. É normal eles perderem desempenho e tarefas que antes pareciam triviais começarem a demorar uma eternidade para serem concluídas.

Há algumas soluções que podem ajudar a acelerar o desempenho do seu computador que parece estar nos últimos dias. Veja algumas sugestões, baseados em lista publicada pelo Business Insider:

Execute programas de limpeza com frequência

O CCleaner é um dos melhores programas para realizar essa tarefa, limpando o cache e arquivos temporários de vários aplicativos no seu computador, o que pode fazer uma baita diferença no desempenho.

Remova efeitos visuais desnecessários

Se você usa o Windows 7, deve estar familiarizado com o tema Aero, cheio de transparências. Apesar de bonito, ele consome muitos recursos do computador, e, a longo prazo, pode começar a contribuir para sua lentidão.

Para removê-lo, clique com o botão direito na área de trabalho e selecione “Personalizar”. Pressione “Cor da janela” e desmarque a opção “Habilitar Transparência”.

Atualize seu antivírus

Sempre existe a chance de algum vírus ou malware estar causando problemas no seu computador. Atualizar seu software de segurança pode colaborar para eliminar a praga e aliviar a carga sobre o seu computador. É recomendável agendar rastreamentos semanais para que novas ameaças sejam detectadas antes de fazer estrago na máquina.

Reduza o número de programas executados logo ao iniciar o PC

Se o processo de inicialização do Windows está demorando muito, pode ser que o número de programas que automaticamente se abrem junto do sistema operacional esteja alto demais.

É possível ajustar isso. Para isso, entre no menu iniciar e procure por “msconfig” na barra de buscas. Execute o programa e entre na aba “Inicialização de programa”, onde haverá uma lista dos softwares que são ativados junto do Windows. Você pode desmarcar aqueles que considerar desnecessários.

IMPORTANTE: Se não souber para que serve qualquer item da lista, não mexa nele. Ele pode ser importante para o Windows, e desativá-lo pode danificar o sistema.

Descubra quais processos estão sugando seu computador

Ao pressionar o atalho Ctrl+Shift+ESC, o Gerenciador de Tarefas do Windows será exibido. Entre na aba “Processos” e veja se há algo utilizando memória RAM demais. Se houver algum item que não deveria estar ali, você pode selecioná-lo e pressionar “Finalizar Processo”. Em casos mais extremos, você pode até mesmo desinstalar o programa.

Se houver algum processo que você desconheça na lista, tente procurar por ele no Google para saber se você pode encerrá-lo ou como desinstalá-lo do seu computador.

Se o problema é o navegador, limpe o cache

Se a navegação está lenta, o problema pode ser no tanto de lixo que o seu navegador acumulou ao longo de anos de uso. Tente entrar nas configurações de seu browser e, normalmente na janela de “Limpar dados de navegação” há a opção para esvaziar o cache.

Reinicie o PC com frequência

Quando sua máquina fica ligada constantemente, alguns programas acabam usando mais memória do que precisam. Reiniciar a máquina soluciona estes problemas que possam estar ocorrendo no plano de fundo da máquina.

Ao reiniciar o PC, também podem ser instaladas novas atualizações que solucionem os problemas que você está tendo com a máquina.

Se nada der certo, reinstale o Windows

A famosa “formatação” permite limpar vírus e zerar todas as configurações do sistema, para que ele volte a funcionar como novo. Lembre-se de fazer backup do que for importante para você antes de fazer isso.

Coloque a mídia de instalação do Windows, reinicie o PC e siga as instruções que aparecem na tela. O processo pode ser bastante demorado. Se não se sentir confiante para fazer isso, procure um técnico ou alguém que possa ajudar.

Ou então coloque a mão no bolso e…

Compre mais memória RAM

Pentes novos de memória RAM não custam muito caro e fazem toda a diferença no desempenho do computador, principalmente com relação a realização de multitarefa. Não é muito difícil instalar um pente novo na máquina.

Troque seu HD por um SSD

Essa solução é um pouco mais cara, porque infelizmente os drives SSD ainda são mais custosos que os discos rígidos comuns, mas faz toda a diferença. A memória flash faz com que tudo seja iniciado com mais agilidade, incluindo o Windows. O processo de inicialização que parecia durar vários minutos pode ser reduzido a alguns segundos.