Google libera oficialmente versão final do Android 7.0 Nougat

156545.280869-Android-Nougat

A nova versão do sistema operacional Android começou a ser liberada nesta segunda-feira (22). Batizado de Android 7.0 Nougat, o software, como já é tradição, chega primeiro aos dispositivos da família Nexus. De acordo com o Google, o download da plataforma está disponível nos seguintes aparelhos: Nexus 6, Nexus 5X, Nexus 6P, Nexus 9, Nexus Player, Pixel C e General Mobile 4G (Android One). Usuários inscritos no programa beta do Android também poderão baixar essa versão final. O primeiro celular que virá com o Nougat instalado de fábrica será o LG V20, que ainda não tem data para chegar ao mercado. Os gadgets citados acima receberão uma atualização over the air (OTA) para baixar o sistema. Lembrando que o update não é imediato, ou seja, é provável que aqui no Brasil demore alguns dias até que ele seja lançado. Mas é só questão de tempo, já que o próprio Google está liberando o Nougat. Infelizmente, o Nexus 5 está de fora da atualização – pelo menos por enquanto -, já que o smartphone tem mais de 18 meses de vida desde o seu lançamento.

Veja quais aparelhos devem receber o novo android Nougat 7.0

HTC

  • HTC 10;
  • HTC One A9;
  • HTC One M9.

HUAWEI

  • Huawei P9;
  • Huawei Mate 8.

Lenovo/Motorola

DROID Turbo 2; DROID Turbo Maxx 2; Moto G (3ª geração); Moto G Turbo Edition (3ª geração); Moto G Turbo (Virat Kohli Edition); Moto G4; Moto G4 Play; Moto G4 Plus; Moto X Force; Moto X Play; Moto X Pure Edition; Moto X Style; Moto Z; Moto Z Force.

LG

  • LG G5;
  • LG V10.

 

NEXUS

Nexus 5X; Nexus 6; Nexus 6P; Nexus Player; Nexus 9; Nexus 9G; Pixel C.

 

SAMSUNG

Galaxy Note 5; Galaxy S6; Galaxy S6 Edge; Galaxy S6 Edge+; Galaxy S6 Edge Active; Galaxy S7; Galaxy S7 Edge; Galaxy S7 Edge Active; Galaxy Tab S2.

SONY

 

Sony Xperia C4; Sony Xperia C5 Ultra; Sony Xperia M4 Aqua; Sony Xperia M5; Sony Xperia Z3; Sony Xperia Z3 Compact; Sony Xperia Z3 Tablet Compact; Sony Xperia Z3v (exclusivo dos EUA); Sony Xperia Z4; Sony Xperia Z5; Sony Xperia Z5 Compact; Sony Xperia Z5 Premium.

ZTE

ZTE Axon 7

 

Comparado ao Marshmallow, o Android Nougat tem poucas mudanças visuais, pois mantém as principais características do Material Design. Entre as novidades da plataforma estão 72 novos emoticons, que se juntam aos já 1.500 existentes, bateria mais inteligente com modo de economia de energia, configurações de acesso rápido a recursos (Bluetooth, Wi-Fi, lanterna), suporte a múltiplos idiomas e mais opções para o usuário personalizar seu telefone.

 

156563.280883-Android-70

Outra característica do Nougat é o suporte à API avançada de renderização 3D VulkanTM, que impulsiona o processador do dispositivo para trazer a melhor experiência (visual e de hardware) em games e outros conteúdos. O Daydream, plataforma do Google para realidade virtual móvel, também é suportada pelo novo sistema operacional. Além disso, o Nougat conta com ferramentas de produtividade e com foco no trabalho, como multijanelas, resposta direta, para abrir notificações sem precisar abrir um app, e troca rápida entre dois aplicativos abertos simultaneamente. O Google também destaca que esta é a versão mais segura do Android já desenvolvida. Para isso, a empresa implementou uma criptografia baseada em arquivo capaz de isolar e proteger esses dados para usuários individuais no dispositivo, além de um recurso de inicialização direta, que executa os aplicativos com segurança antes de desbloquear o aparelho após uma reinicialização. A partir de agora, todas as atualizações serão instaladas em segundo plano, sem a necessidade de reinicializar o telefone ou tablet.

156561.280881-Android-70

Matéria completa:

http://canaltech.com.br/noticia/android/google-libera-oficialmente-versao-final-do-android-70-nougat-77601/

O conteúdo do Canaltech é protegido sob a licença Creative Commons (CC BY-NC-ND). Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.

 

Galaxy Note 5 deve aposentar bateria removível e cartão micro SD

ecco-il-samsung-galaxy-note-v3-234151-1280x720

Novas imagens do Galaxy Note 5 divulgadas pelo site Droid Life mostram o novo celular da Samsung que deve ser lançado na próxima semana. Pelas imagens é possível perceber que o dispositivo virá com um slot para a caneta S Pen. Além disso, ao que tudo indica não será possível adicionaível adicionar mais memória via microSD nem trocar a bateria.

O site afirma ainda que o Galaxy Note 5 terá bateria de 3.000mAh, 4GB de memória RAM e versões com 32, 64 e 128 GB de armazenamento interno. O smartphone da coreana deverá vir também com um processador Exynos 7422 com CPU, GPU, RAM, modem e memória interna dentro do mesmo chip. Outras especificações são tela de 5,6 polegadas Super AMOLED, carregamento sem fio e S Pen.

Confira mais imagens:

Reprodução

Samsung anuncia mais um smartphone com flip: conheça o Galaxy Folder

samsung-galaxy-folder-white-1

A Samsung lançou na última terça-feira, 28, mais um smartphone com flip. O Galaxy Folder tem tecnologia 4G LTE, tela de 3,8 polegadas com resolução de 400 x 800 pixels, processador quad-core de 1.2 GHz, 2 GB de memória RAM, armazenamento interno de 8 G, câmeras frontal e traseira de 2 megapixels e 8 megapixels, respectivamente, bateria de 1800 mAh e roda a versão 5.1 Lollipop do Android.

Reprodução

O dispositivo será vendido somente na Coreia do Sul por US$ 250 (cerca de R$ 830).

Reprodução

Apple e Samsung se unem para matar o chip de celular

20150716152935_660_420

O SIM card está morrendo, e sua falta provavelmente não será sentida. Depois de anos diminuindo progressivamente de tamanho, Apple e Samsung, as duas maiores fabricantes de smartphones no mundo, estão discutindo com a indústria de telecomunicações o fim do tradicional chip, que dará lugar a uma solução virtual.

Segundo o Financial Times, as empresas conversam com a GSMA, associação que controla o sistema telefônico GSM, usado pela maioria das operadoras de telefonia no mundo. O objetivo é a criação do E-SIM, que, de forma resumida, permite que o usuário troque a operadora do celular sem precisar trocar o chip do seu aparelho.

A sigla E-SIM se refere a “embedded SIM”, cuja tradução seria “SIM incorporado”. O nome dá a entender que o usuário não teria mais acesso ao chip do celular. No entanto, isso também não seria necessário, já que você pode trocar de operadora sem precisar mexer no seu smartphone.

O primeiro passo já foi dado pela Apple há pouco tempo, com o iPad Air 2. Nos EUA, é possível optar pelo Apple SIM, uma solução própria para o cartão SIM virtual. No entanto, o impacto na indústria não foi muito grande, e as operadoras não abraçaram a ideia.

O E-SIM não deve ser um padrão imediato, e o chip tradicional deve continuar sendo dominante por algum tempo, porque ele ainda é muito usado no mundo todo. No entanto, várias grandes operadoras já estão no barco, como AT&T, Deutsche Telekom, Etisalat, Hutchison Whampoa, Orange, Telefónica, Vodafone. Se mais fabricantes e operadoras decidirem apoiar o padrão, o chip SIM como conhecemos hoje deve morrer em alguns anos.

Samsung anuncia o Galaxy A8, seu smartphone mais fino

20150714113119_660_420

A Samsung anunciou nesta terça-feira o Galaxy A8, smartphone mais fino já lançado pela coreana e um dos Androids com menor espessura, medindo 5,9 milímetros. O dispositivo tem tela super AMOLED de 5,7 polegadas com resolução de 1920×1080 pixels, processador Snapdragon 615 octa-core de 1,5 GHz, 2 GB de memória RAM e 16 GB de armazenamento interno, com possibilidade de expansão para 32 GB.

O Galaxy A8 tem câmera traseira de 16 megapixels e frontal de 5 megapixels, conectividade 4G, 3G, Wi-Fi, NFC e Bluetooth 4.1, bateria de 3050 mAh e roda a versão 5.1 Lollipop do Android. Por enquanto, o smartphone estará disponível apenas para consumidores da China. Não há informações sobre preços e disponibilidade do aparelho.

Confira mais imagens do celular:

Reprodução
Reprodução

Reprodução
Reprodução

 

Samsung está desenvolvendo tela para celulares com 11K de resolução

Samsung_Galaxy_Mega_1

A Samsung trabalha com o governo coreano no desenvolvimento de telas para dispositivos móveis com resolução 11K. Isso mesmo, 11K, que traria nada menos que 2.250 pixels por polegada.

Se os 11K forem aplicados a um display 16:9, a resolução será de 11.264 x 6.336 e a tela terá 5,75″, segundo cálculos do PhoneArena. Essa densidade de 2.250 ppi é quatro vezes superior à das telas Quad-HD, que podem chegar a 576 ppi.

O interesse da Samsung na história é o de implementar um “efeito 3D”, que seria atingido graças a essa quantidade absurda de pixels juntos por meio de algum tipo de ilusão óptica.

O governo investirá US$ 26,5 milhões no projeto, chamado de EnDK, pelos próximos cinco anos. Existem 13 empresas empenhadas na ideia, que começou a sair do papel em 1º de junho. Um protótipo será revelado em 2018 e o primeiro smartphone 11K pode chegar ao mercado no ano seguinte.

Samsung anuncia o primeiro SSD com 2 TB de armazenamento

Samsung_SSD_850_EVO_hand

A Samsung revelou nesta segunda-feira, 6, o primeiro SSD de 2 terabytes de armazenamento. A empresa expandiu tanto a linha 850 PRO e a 850 EVO com a nova capacidade. Com isso, o line-up de SSDs da companhia coreana varia entre 120 GB e os 2 TB.

A empresa coreana diz que começou a perceber uma demanda por SSDs de 500 GB e de maior capacidade, o que motivou a ampliar sua linha de produtos de alta densidade de armazenamento.

O novo SSD será oferecido inicialmente em 50 países, contando com a tecnologia 3D V-NAND. A chegada de um modelo tão espaçoso mostra que a tecnologia dos discos de estado sólido está começando a se aproximar do HD tradicional, pelo menos em armazenamento.

No entanto, apesar de a capacidade do SSD estar se aproximando do HD, o preço ainda é muito discrepante. A Samsung fala no valor sugerido de US$ 1 mil pelo modelo 850 PRO de 2 TB, enquanto o 850 EVO de 2 TB sairá por US$ 800.

A diferença entre o Pro e o Evo, é que o primeiro promete um desempenho um pouco melhor com muito mais durabilidade e maior garantia da fabricante, de 10 anos. Por isso, o Evo, com garantia de apenas 5 anos, é um pouco mais barato, para o cliente que procura um custo-benefício um pouco melhor.

Samsung é processada por excesso de apps pré-instalados em celulares

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Há muito tempo a Samsung leva a fama de encher seus smartphones com aplicativos desnecessários que não podem ser desinstalados, os famosos “bloatwares”. Agora, pelo menos na China, a companhia deve responder judicialmente por isso, graças a uma ação movida por um grupo de proteção ao consumidor no país.

Como explica o jornal Shanghai Daily, a Comissão de Proteção aos Direitos do Consumidor de Xangai moveu ações não apenas contra a Samsung, mas também contra a chinesa Oppo, pelo mesmo motivo.

A reclamação é que estas empresas vendem celular com aplicativos pré-instalados que são difíceis ou impossíveis de desinstalar, o que incomoda o consumidor.

Apesar de as duas empresas terem sido escolhidas para serem alvos da ação do grupo chinês, quem conhece o Android sabe que elas não são as únicas a adotarem esta prática. No entanto, o estudo com 20 aparelhos percebeu que as duas eram as piores transgressoras. O Galaxy Note 3, por exemplo, saía de fábrica com 44 apps pré-instalados, enquanto o Oppo X9007 tinha 71.

A organização espera com a ação forçar as fabricantes a dizer na embalagem o que está pré-instalado nos aparelhos e oferecer informações detalhadas de como removê-las.

Samsung promete bateria de grafeno com o dobro da duração

smartphone-accu

A Samsung anunciou o desenvolvimento de um novo sistema estrutural de baterias – essas mesmas que utilizamos nos nossos smartphones e duram em média 8 horas – utilizando o grafeno e silício. Essa nova combinação de elementos quando inserida na cadeia de produção pode duplicar a densidade de energia de baterias utilizadas em smartphones e outros dispositivos. O resultado da pesquisa foi publicada na Revista Nature, a publicação de maior respaldo no âmbito das novas descobertas científicas.

O grafeno é uma das formas cristalinas do carbono. Forte, leve e excelente condutor de energia e calor, ele já é utilizado como componente em microprocessadores e outros dispositivos eletrônicos, pois sua maleabilidade e versatilidade permite ser utilizado em várias escalas na cadeia de produção de produtos eletrônicos.

Entretanto, inserir silício na cadeia de produção das atuais baterias, cujo sistema é baseado na atividade dos íons de lítio, sempre foi um desafio, pois a constante mudança de volume do material entre os ciclos de carga e descarga tornava a presença do silício e inviável nas baterias, mesmo sendo o condutor ideial nesses casos.

Tudo indica que a empresa sul-coreana conseguiu resolver esse problema. A solução, segundo o estudo sobre o projeto publicado na Nature, foi criar uma capa protetora para o material utilizando o próprio grafeno. Com isso, as partículas de silício continuam agrupadas e inertes à variação de volume.

Tudo isso resultou num dispositivo capaz de armazenar e conduzir até 1,8 mais vezes que as tradicionais, ampliando assim a densidade energética dos mais tradicional sistema de armazenamento de energia para dispositivos eletrônicos. Ainda não há sinalização da Samsung de quando a nova tecnologia chegá ao mercado.

Samsung prepara o smartphone mais fino de sua história

SM-A500MZWDZTO-792054-1

A linha de smartphones Galaxy A já chegou ao Brasil, mas há um novo aparelho no horizonte: o A8, que deve tomar do A7, o posto de celular mais fino já lançado pela Samsung, com 6,3 milímetros. O aparelho, ainda não anunciado, deve ter 5,9 milímetros de espessura.

A informação vem da TENAA, órgão regulador de telecomunicações da China, similar à Anatel no Brasil. A agência homologou o A8 no país e revelou algumas de suas especificações técnicas antes que a Samsung o mostrasse para o mercado.

Como o A7, o A8 é um smartphone com acabamento de alumínio que fica entre o intermediário e o alto desempenho, com uma tela Super AMOLED de 5,7 polegadas com resolução Full HD, um chipset Snapdragon 615, que, apesar, de ter oito núcleos e suportar 64 bits, tem desempenho médio, e 2 GB de memória RAM.

Os destaques são a câmera traseira de 16 megapixels e a frontal de 5 MP e a bateria de 3050 mAh, que impressiona numa embalagem tão fina, mas é claro que o fato de o aparelho ser consideravelmente grande (5,7 polegadas, afinal de contas) ajuda.

Vale relembrar que a informação foi obtida com a agência chinesa TENAA, o que indica apenas que o aparelho só está “confirmado” (se a Samsung não anunciou, ele não é oficial) por lá. Não há previsão de vê-lo no Ocidente por enquanto.