Google libera oficialmente versão final do Android 7.0 Nougat

156545.280869-Android-Nougat

A nova versão do sistema operacional Android começou a ser liberada nesta segunda-feira (22). Batizado de Android 7.0 Nougat, o software, como já é tradição, chega primeiro aos dispositivos da família Nexus. De acordo com o Google, o download da plataforma está disponível nos seguintes aparelhos: Nexus 6, Nexus 5X, Nexus 6P, Nexus 9, Nexus Player, Pixel C e General Mobile 4G (Android One). Usuários inscritos no programa beta do Android também poderão baixar essa versão final. O primeiro celular que virá com o Nougat instalado de fábrica será o LG V20, que ainda não tem data para chegar ao mercado. Os gadgets citados acima receberão uma atualização over the air (OTA) para baixar o sistema. Lembrando que o update não é imediato, ou seja, é provável que aqui no Brasil demore alguns dias até que ele seja lançado. Mas é só questão de tempo, já que o próprio Google está liberando o Nougat. Infelizmente, o Nexus 5 está de fora da atualização – pelo menos por enquanto -, já que o smartphone tem mais de 18 meses de vida desde o seu lançamento.

Veja quais aparelhos devem receber o novo android Nougat 7.0

HTC

  • HTC 10;
  • HTC One A9;
  • HTC One M9.

HUAWEI

  • Huawei P9;
  • Huawei Mate 8.

Lenovo/Motorola

DROID Turbo 2; DROID Turbo Maxx 2; Moto G (3ª geração); Moto G Turbo Edition (3ª geração); Moto G Turbo (Virat Kohli Edition); Moto G4; Moto G4 Play; Moto G4 Plus; Moto X Force; Moto X Play; Moto X Pure Edition; Moto X Style; Moto Z; Moto Z Force.

LG

  • LG G5;
  • LG V10.

 

NEXUS

Nexus 5X; Nexus 6; Nexus 6P; Nexus Player; Nexus 9; Nexus 9G; Pixel C.

 

SAMSUNG

Galaxy Note 5; Galaxy S6; Galaxy S6 Edge; Galaxy S6 Edge+; Galaxy S6 Edge Active; Galaxy S7; Galaxy S7 Edge; Galaxy S7 Edge Active; Galaxy Tab S2.

SONY

 

Sony Xperia C4; Sony Xperia C5 Ultra; Sony Xperia M4 Aqua; Sony Xperia M5; Sony Xperia Z3; Sony Xperia Z3 Compact; Sony Xperia Z3 Tablet Compact; Sony Xperia Z3v (exclusivo dos EUA); Sony Xperia Z4; Sony Xperia Z5; Sony Xperia Z5 Compact; Sony Xperia Z5 Premium.

ZTE

ZTE Axon 7

 

Comparado ao Marshmallow, o Android Nougat tem poucas mudanças visuais, pois mantém as principais características do Material Design. Entre as novidades da plataforma estão 72 novos emoticons, que se juntam aos já 1.500 existentes, bateria mais inteligente com modo de economia de energia, configurações de acesso rápido a recursos (Bluetooth, Wi-Fi, lanterna), suporte a múltiplos idiomas e mais opções para o usuário personalizar seu telefone.

 

156563.280883-Android-70

Outra característica do Nougat é o suporte à API avançada de renderização 3D VulkanTM, que impulsiona o processador do dispositivo para trazer a melhor experiência (visual e de hardware) em games e outros conteúdos. O Daydream, plataforma do Google para realidade virtual móvel, também é suportada pelo novo sistema operacional. Além disso, o Nougat conta com ferramentas de produtividade e com foco no trabalho, como multijanelas, resposta direta, para abrir notificações sem precisar abrir um app, e troca rápida entre dois aplicativos abertos simultaneamente. O Google também destaca que esta é a versão mais segura do Android já desenvolvida. Para isso, a empresa implementou uma criptografia baseada em arquivo capaz de isolar e proteger esses dados para usuários individuais no dispositivo, além de um recurso de inicialização direta, que executa os aplicativos com segurança antes de desbloquear o aparelho após uma reinicialização. A partir de agora, todas as atualizações serão instaladas em segundo plano, sem a necessidade de reinicializar o telefone ou tablet.

156561.280881-Android-70

Matéria completa:

http://canaltech.com.br/noticia/android/google-libera-oficialmente-versao-final-do-android-70-nougat-77601/

O conteúdo do Canaltech é protegido sob a licença Creative Commons (CC BY-NC-ND). Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.

 

Sony confirma PS4 de 1 TB

ps4_thumbnail

A Sony confirmou o lançamento do PlayStation 4 de 1 TB. O console começa a ser vendido em 15 de julho em mercados selecionados.

A companhia não foi específica quanto a quais serão esses mercados, mas informou que o lançamento cobrirá parte da Europa e da região PAL, o que pode incluir o Brasil.

O modelo atual do PS4 conta com apenas 500 GB e, oficialmente, custa R$ 4 mil por aqui. A atualização deixará o console com o dobro de espaço, mas, se isso ainda for insuficiente, é possível colocar um total de 6 TB no aparelho com esta modificação.

Vazam 276 mil documentos da Sony

20141211094631_660_420 (1)

O site WikiLeaks disponibilizou em sua rede um novo lote de 276 mil documentos internos da Sony. Entre os arquivos vazados estão relatórios de despesa, calendários e cronogramas de planejamento de eventos.

Os documentos já haviam sido disponibilizados na rede pelo grupo de hackers “Guardians of Peace”, responsável pelo gande vazamento de e-mails internos da empresa em novembro do ano passado. No entanto, a plataforma da WikiLeaks facilita a busca dos conteúdos. Com isso, fica mais fácil extrair deles informações inteligíveis e entender de que eles tratam.

Na época do vazamento original, Assange justificou a publicação dos documentos em sua plataforma argumentando que, uma vez que eles mostravam o funcionamento interno de uma grande e influente corporação internacional, eles eram informação que pertencia ao público.

A Sony, por sua vez, criticou duramente a publicação dos documentos, chamando-a de “ato criminoso”, e ameaçou processar tanto veículos jornalísticos que divulgassem informações dos documentos vazados quanto o Twitter caso ele não banisse as contas que tuitavam emails vazados. A empresa, em seguida, foi alvo de um processo de dois ex-funcionários que acusaram a empresa de não proteger adequadamente seus dados pessoais.

PS4 não vai rodar jogos do PS3, afirma Sony

9012525050_c930aefe23_o.jpg

Shuhei Yoshida, presidente da Sony Worldwide Studios, disse ao site Eurogamer que a empresa não tem interesse em oferecer retrocompatibilidade entre jogos do PS3 no PS4, assim como a Microsoft divulgou na E3 sobre o Xbox 360 e Xbox One.

Yoshida revelou dificuldade em conseguir executar a retrocompatibilidade, dizendo que a Microsoft deve ter trabalhado muito nisso e que o anúncio foi surpreendente. Isso ocorre porque as arquiteturas dos videogames das antigas gerações (PowerPC no Xbox 360 e Cell no PS3) são bem diferentes das novas (x86 nos dois novos consoles), e para conseguir isso é preciso um tipo de emulador na máquina.

O executivo garantiu que a Sony não tem planos de investir nessa compatibilidade porque pretende avançar em outros recursos e experiências para o PS4. O que a companhia tem feito, no entanto, é investir no PlayStation Now, que permitirá o acesso a jogos antigos via streaming pela internet.

Ambas as soluções, no entanto, são limitadas. O PS Now ainda tem disponibilidade restrita e custa US$ 20 por mês ou US$ 45 por três meses para acesso a um catálogo ainda pequeno de jogos antigos. Além disso, a ideia de pagar para jogar algo que você já tem (caso a pessoa tenha guardado seus games do PS3) parece pouco atraente.

Por sua vez, a solução da Microsoft depende da autorização dos distribuidores e desenvolvedores para que a retrocompatibilidade funcione. A empresa promete que mais de 100 jogos estarão disponíveis para serem emulados no Xbox One até o fim do ano, mas isso ainda é pouco comparado ao catálogo de milhares de jogos do 360.

Sony lança 1ª linha de TVs com Android no Brasil por até R$ 18 mil

20150610134316_660_420

A Sony revelou no Brasil nesta quarta-feira, 10, sua primeira linha de TVs a utilizar o Android TV, a nova aposta do Google para levar o seu sistema operacional do robozinho verde para os televisores conectados.

As TVs começam a ser vendidas em julho deste ano, com sete modelos distintos, com resolução variando entre Full HD ou 4K. Quatro modelos (49, 55, 65 e 75 polegadas)  terão suporte ao 4K, enquanto o restante (50, 55, 75)  vão até o 1080p.

Os modelos em 4K contam com o processador X1, que, segundo a Sony, foi criado para melhorar a reprodução de cores, contraste e clareza, além de aumentar a qualidade de streaming das imagens em 4K oferecidas por serviços como Netflix ou YouTube.

Um dos destaques dos televisores da Sony está presente: o controle remoto One Flick, que funciona praticamente como um trackpad similar ao dos notebooks. Ele é sensível ao toque e permite navegar pela interface da televisão com mais agilidade do que um controle remoto comum. Ele também vem com um microfone embutido que, quando ativado, permite “falar com a TV” e realizar buscas no Android TV, aproveitando a tecnologia de pesquisas do Google e do Google Now.

Reprodução

Por contar com o sistema Android, as novas TVs da Sony tem profunda integração com os serviços do Google Play, incluindo jogos, filmes, além de aplicativos em geral, normalmente voltados para vídeo, como Netflix e o Crackle, que pertence à própria Sony.

Os preços ainda não são amigáveis, mas mostram que o preço da tecnologia 4K está caindo, finalmente. A Sony não detalhou os preços por modelo, mas diz que os televisores 4K ficam na faixa de preço entre R$ 5 mil (pela de 49 polegadas)  e R$ 18 mil (pela de 75 polegadas).